Fonte: OpenWeather

    Calendário Eleitoral


    Maioria dos partidos já definiram datas para convenções em Manaus

    O partido Avante, do ex-governador David Almeida, foi o primeiro a anunciar a convenção partidária em formato drive-in

    Neste ano atípico, a maioria dos partidos não vão realizar convenções da forma tradicional | Foto: Márcio Melo

    Manaus - A pouco mais de 13 dias do prazo estabelecido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para a realização das convenções partidárias, a maioria dos partidos políticos já definiram uma data para o evento que resultará na escolha dos nomes que devem seguir na disputa eleitoral para os cargos de prefeito e vereador. Pelo novo calendário eleitoral, as legendas devem se reunir entre o período de 31 de agosto a 16 de setembro.

    O presidente do diretório estadual do Avante no Amazonas, ex-governador David Almeida, anunciou nesta terça-feira (18)  que a convenção partidária da legenda será realizada, no dia 8 de setembro, em formato drive-in, em razão dos riscos de contaminação da Covid-19. Pelo drive-in, os pré-candidatos do Avante participarão da convenção de dentro de seus carros, para o lançamento oficial das suas candidaturas. David disse ainda, que o evento deve contar com uma bancada virtual, para que os filiados à legenda também possam marcar presença durante a escolha dos candidatos.

    “Devido a pandemia decidimos fazer a convenção presencial, mas sem aglomerações, por isso a escolha do drive-in. Teremos um palco com telão e uma frequência no rádio dos carros dos candidatos que estarão no evento, sempre mantendo distância entre um carro e outro e permitindo que os candidatos comemorem e participem com segurança. Estamos preparados e novamente o Avante sai na frente com a primeira convenção em drive-in”, afirmou David.

    Ainda sem local confirmado, David Almeida afirmou durante a convenção, será confirmado o nome do candidato a vice da chapa, que está guardado a sete chaves.

    Outros partidos já definiram que vão realizar convenção na forma presencial, online e híbrida
    Outros partidos já definiram que vão realizar convenção na forma presencial, online e híbrida | Foto: Reprodução

    Presencial e híbrida

    Quatro dias depois da convenção do Avente, o partido Patriotas realizará a sua convenção partidária, no dia 12 de setembro. O evento deve ser realizado na forma presencial e segundo o presidente do diretório municipal, deputado estadual Felipe Souza, além da data, a agremiação partidária também definiu como as candidaturas devem ocorrer.

    “Nosso pré-candidato a prefeito é o Coronel Menezes e o nome dele deve ser mantido. Também deveremos eleger uma bancada de quatro a cinco vereadores. No entanto, o vice só deve ser apresentado no evento”, afirmou o presidente estadual da legenda.

    O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) marcou a sua convenção para o dia 6 de setembro e deve reunir no máximo 200 filiados durante o evento. Segundo o diretor estadual da sigla, ex-deputado Eron Bezerra, a sigla deve manter os nomes do ex-deputado estadual Francisco Balieiro e o advogado Marcelo Amil, que lançaram suas pré-candidaturas pelo partido ainda no mês de junho.

    “O PCdoB possui candidaturas próprias. Os pré-candidatos são o Balieiro e Marcelo Amil e a confirmação deles como candidato a prefeito e vice deve, respectivamente, ser feita durante as convenções”, afirmou Eron Bezerra. Ele confirmou ainda que o partido segue analisando possíveis alianças e aguardando resultados dos diálogos já realizados com outros partidos até o evento. A convenção do partido deve ser realizada de forma mista, dividida entre presencial e virtual buscando seguir os procedimentos sanitários recomendados pelo TSE.

    A convenção do Partido Socialismo e Liberdade (Psol) está agenda para o dia 12 de setembro. Mas, apesar de haver data definida, o pré-candidato a prefeito e presidente municipal do Psol, professor Jonas Araújo, a legenda segue analisando o formato em que o evento deve ser realizado.

    “Estamos avaliando se faremos virtual ou presencial. Tudo vai depender da pandemia. Estamos em sintonia com o pleito dos professores para definir esse formato e seguimos muito preocupados com o aumento do número de casos da Covid-19 no Estado”, avaliou Jonas Araújo.

    O presidente da legenda afirmou que os candidatos que devem seguir na disputa do pleito municipal devem ser confirmados somente no evento, mas garantiu que o partido deve continuar buscando estabelecer um bloco de esquerda consolidado.

    Sem definição

    Entre os partidos que seguem analisando possíveis datas de realização está o Movimento Democrático Brasileiro (MDB). Segundo o secretário geral da legenda, Miguel Capobiango, mesmo sem data estabelecida os pré-candidatos a vereadores já se preparam para a escolha do partido. “A convenção deve ocorrer no fim do prazo, no entanto, já temos a mobilização dos pré-candidatos ao cargo de vereador que estão se preparando com suas estratégias e documentação para registro”, explicou.

    Outro partido que ainda não possui definição de data é o Partido Social Liberal (PSL). A legenda deve realizar o evento de forma híbrida - online e presencial -, dependendo da disponibilidade dos filiados.

    O Partido dos Trabalhadores (PT) também ainda não possui data para o evento partidário, mas afirmou que irá adotar o formato virtual.

    Leia Mais: 

    Convenções partidárias virtuais impõe desafios a partidos na pandemia

    Tempo de TV agita articulação entre pré-candidatos em Manaus 

    Comentários