Fonte: OpenWeather

    Inspiração


    Alessandra Caldas é inspiração para mulheres gordinhas

    Miss Amazonas Plus Size 2018, Alessandra Caldas venceu o preconceito e é exemplo de autoestima para mulheres acima do peso. Descubra a história:

    Alessandra Caldas conquistou mais de 15 mil seguidores no Instagram | Foto: Oziete Trindade

    O carisma e a simpatia da modelo e Miss Amazonas Plus Size 2018, Alessandra Caldas, são alguns dos requisitos que faz essa manauara de 29 anos e olhos verdes, ser muito querida pelos milhares de seguidores em suas redes sociais. Além disso, ela é um exemplo também de autoestima e inspiração para mulheres  gordinhas que sofrem por estarem acima do padrão de peso imposto pela sociedade. 

    Digital Influencer com mais de 15 mil seguidores no Instagram, Alessandra que também é formada em Relações Públicas, nasceu em Manaus, onde teve uma infância cercada de cuidados e mimos da família. O seu pai, inclusive, foi acompanhá-la para essa entrevista ao Portal Em Tempo, no Teatro Amazonas. 

    Pesando 100 kg bem distribuídos em 1,64 de altura, ela conta que sempre teve o biotipo acima do padrão definido como ideal até mesmo pela família, que a incentivava a fazer regimes para emagrecer porque achava que seria melhor para ela. “Cresci com a minha família me dizendo o tempo todo que tinha que emagrecer. Fiz várias dietas, cheguei até a tomar remédios, mas nada adiantava. Até que parei e entendi que meu biotipo é esse”, revelou.  

    Herança genética 

    Ela explica que tem descendência portuguesa e italiana e, por isso, seu biotipo é herança genética. “É de família, meu irmão também é gordinho. E acredito que por isso minha mãe se preocupava tanto em me ver mais magra. Fiz dança, ballet clássico, academia, mas os quilinhos a mais sempre persistiam”, conta.

    Casada há 8 anos com um carioca, ela diz que o esposo sempre a incentivou em tudo para que se sentisse bem. “Ele é chef de cozinha, faz pratos maravilhosos. Mas isso se torna um perigo para quem quer manter a forma”, diz. 

    Alessandra tem descendência portuguesa e italiana
    Alessandra tem descendência portuguesa e italiana | Foto: Oziete Trindade

    Digital Influencer 

    Em sua página nas redes sociais ela recebe muitas mensagens de seguidores, algumas que até a surpreendem. “Geralmente são mensagens de mulheres lindas, magras, mas que não conseguem usar um biquíni porque estão insatisfeitas ou com vergonha do próprio corpo”, relata.

    Alessandra tenta então responder a cada uma delas com mensagens de amor próprio. “Não adianta correr atrás do que não existe. Cada uma é linda do jeito que é. Se aceitem, se amem”, aconselha. 

    Alessandra diz que 70% de seus seguidores são mulheres, que veem nela um modelo de determinação e autoestima. Mas também tem seguidores homens, que a parabenizam por ser uma mulher confiante e que sabe explorar a sua beleza sem se preocupar com possíveis críticas. “Me aceitei como eu sou: gordinha, mas feliz”, destacou. 

    Sonho em ser modelo

    Mas não foi fácil para Alessandra se tornar referência e inspiração de quebra de padrões. Ela conta que no início foi muito difícil. Se formou em Relações Públicas, mas desde a adolescência quis ser modelo. “Naquela época o mercado plus size ainda não tinha a ascendência que tem hoje.

    As agências buscavam por modelos cada vez mais magras, o que me fazia acreditar que seria impossível trabalhar com moda tendo o meu biotipo”. E foi por meio de uma empresária de Manaus que trabalha com moda que partiu o convite para modelar e se inscrever no concurso Miss Amazonas Plus Size 2018.  

    Tímida e sem muita prática, Alessandra topou o desafio e começou a se preparar para o concurso. “Um concurso desse nível, representando o estado do Amazonas, tem que se preparar. Tive que cuidar do corpo, fazer atividade física, estética e comer de forma saudável para aguentar a maratona. Além da beleza, a saúde também é importante”, alerta. 

    Alessandra se tornou referência e inspiração
    Alessandra se tornou referência e inspiração | Foto: Oziete Trindade

    Orgulho para a família 

    O dia do concurso chegou e com ele a ansiedade, o nervosismo e muita expectativa. Alessandra não imaginava que ganharia já na primeira participação, mas foi exatamente o que aconteceu.

    Disputou o título com 22 candidatas, mas saiu vencedora. Uma explosão de felicidade ao receber a faixa de Miss Amazonas Plus Size 2018 e muito orgulho para a família. “O sonho se tornando realidade bem diante dos meus olhos. Sensação indescritível", relembra desse grande dia com um vasto sorriso.   

    Daí para frente, ela se tornou ainda mais referência de amor próprio. Nas redes sociais ela posa de biquíni, lingerie e não tem vergonha de exibir seu corpo. Faz campanhas publicitárias, editoriais de moda, comerciais para TV e desfiles. "Hoje meu foco é continuar modelando e sendo influenciadora digital junto a minha profissão de Relações Públicas. Para as mulheres gordinhas ela deixa seu recado: Mulheres, amem-se mais, lutem pelos seus ideais, mas não se esqueçam de cuidar da saúde também. Porque ser gordo não é ser doente. É estar bem com o corpo, a saúde e a mente”. 

    *Oziete Trindade é jornalista, graduada em Comunicação Social com habilitação em jornalismo pela FMU/SP e pós-graduada nível Lato Sensu em Comunicação/Marketing Político pela Fundação Cásper Líbero/SP.  

    Comentários