Fonte: OpenWeather

    pronunciamento


    Governador garante aumento a professores e pede o fim da greve no AM

    Wilson Lima disse que não permitirá que movimentos político-partidários continuem sacrificando alunos, pais e professores em todo o Estado

    Wilson Lima (PSC) garantiu que aumentará a proposta
    Wilson Lima (PSC) garantiu que aumentará a proposta | Foto: Divulgação/Secom

    Manaus - Em um breve pronunciamento feito na tarde desta segunda-feira (13), na sede do Governo do Estado do Amazonas, localizada na avenida Brasil, bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus, o governador Wilson Lima (PSC) garantiu que aumentará a proposta de reajuste para os professores em 4,7%. 

    "A proposta apresentada pelo Governo além desse percentual era de garantir promoção horizontal e vertical. Dobrar auxílio localidade e implementar vale-refeição e vale-transporte para professores com cadeira de 40h. Esse é o máximo que o Estado do Amazonas pôde chegar", informou o governador. 

    Segundo ele, com o novo reajuste, os professores irão ficar com a data-base próxima dos 15% exigidos pela categoria. Lima também falou que o governo continua aberto para o diálogo e que o novo reajuste oferecido ainda irá para a Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam). 

    Ele também falou sobre os dois representantes da categoria. "Os dois movimentos não se entendem e há um viés político partidário muito grande por trás dos dois grupos", afirmou Lima. 

    Conforme Wilson Lima, a greve não beneficia ninguém e é preciso que os professores voltem à sala de aula. "Eu não vou permitir que movimentos político-partidários continuem sacrificando alunos, pais e professores", disse o governador ao finalizar seu pronunciamento.

    Wilson Lima não abriu coletiva para falar com a imprensa presente no local. O Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Amazonas (Sinteam) irá realizar uma Assembleia nesta terça-feira (14) para definir os novos rumos da greve. 

    Edição: Isac Sharlon

    Leia mais:                                                                                                                                  Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!]

    Sinteam nega que greve dos professores no AM tenha motivação política

    Luiz Castro, da Seduc-AM, anuncia reunião com professores

    Comentários