Fonte: OpenWeather

    Poluição Sonora


    Bar no Eldorado é multado em R$ 25 mil por poluição sonora em Manaus

    As operações estão sendo realizadas regularmente a partir das denúncias mais frequentes oriundas da população

    | Foto: Chico Bruno /Casa Militar*

    Manaus - Na noite da última sexta-feira (24) e madrugada de sábado (25), a fiscalização ambiental da Prefeitura de Manaus integrou mais uma operação noturna de combate à poluição sonora e outros ilícitos cometidos por bares e estabelecimentos, alvos de denúncias. Um dos bares visitados, localizado na praça do conjunto Eldorado, Zona Centro-Sul, foi multado em 251 Unidades Fiscais do Município (UFMs), o equivalente a aproximadamente R$ 25 mil.

    A operação percorreu outros três bares e até um parque de diversões, nas regiões do Centro, Cachoeirinha, conjunto Boas Novas e Redenção, com multas, apreensões e interdições para uso de som lavradas pela equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas).

    A operação percorreu outros três bares
    A operação percorreu outros três bares | Foto: Chico Bruno /Casa Militar*

    A ação contou com a participação dos órgãos que compõem a Central Integrada de Fiscalização (CIF), do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-AM).

    Entre eles estão a Semmas, Vigilância Sanitária, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa); Corpo de Bombeiros; Casa Militar; Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb); Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans); Delegacia Especializada em Crimes contra o Meio Ambiente (Dema), da Polícia Civil; Batalhão Ambiental da Polícia Militar e Juizado da Infância e da Juventude, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM).

    De acordo com o fiscal da Semmas, Davi Fernandes, as operações estão sendo realizadas regularmente a partir das denúncias mais frequentes oriundas da população.

    “A multa maior foi a aplicada na praça do conjunto Eldorado por ser um estabelecimento que tinha licença para utilizar o seu som na área interna e no entanto, montou um palco em via pública”, explicou o fiscal.

    Segundo ele, além da multa, o estabelecimento teve todos os equipamentos apreendidos. “A situação se caracteriza como sendo de descumprimento de condicionante do licenciamento ambiental”, observou.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Justiça ouve suspeitos de matar criança de 3 anos em Coari, no AM

    Mulher apontada com ex de traficante é assassinada no Centro de Manaus



    Comentários