Fonte: OpenWeather

    Ciência


    Prefeitura assina Carta de Intensão para salvar Bosque da Ciência

    Serão contratados temporariamente estagiários e bolsistas de programas de estudos da prefeitura

    Carta de Intenção que vai garantir ações emergenciais para manter aberta à visitação no Bosque da Ciência a população | Foto: Suzana Martins/Em Tempo

    Manaus - Após o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) divulgar nesta terça-feira (9) o fechamento das portas do Bosque da Ciência em Manaus para visitação pública, por conta do quadro reduzido de servidores o prefeito de Arthur Virgílio Neto, assinou na tarde desta quarta-feira (10), a Carta de Intenção que vai garantir ações emergenciais para manter aberta à visitação no Bosque da Ciência a população. 

    De acordo com o prefeito, a ação vai contar com a contratação de 20 estagiários e 46 bolsistas dos Programas Bolsa Universidade e Bolsas Idiomas que irão atuar no receptivo dos visitantes impedindo a paralisação das atividades. 

    “A medida vai garantir o funcionamento por três meses podendo ser renovado. E não vamos deixar o nosso maior bem fechar sem fazer nada. O INPA é do Amazonas, o INPA é do Brasil e não vamos deixar que nos tire”, declarou o prefeito. 

    Aproveitando a ocasião, o secretário Lourival Praia, titular da Secretaria Municipal de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle informou que esteve reunido com a diretoria do INPA pela manhã dessa quarta-feira, onde foi acertado e firmado um convênio financeiro para repassar verbas ao órgão que serão usadas para pagar os funcionários contratados temporariamente. 

    Para a diretora do INPA, Antônia Franco, o Bosque da Ciência tem uma área de grande valor e que não pode ser perdida. “O nosso Bosque tem uma área de 13 hectares, uma casa da ciência recém-inaugurada. A gente entende que a reposição dos recursos humanos (funcionários que estão se aposentando), através de concursos públicos que não é realizado desde o ano de 2012, desfavorece a transferência da ciência e do conhecimento cientifico” destacou. 

    “Estamos muitos felizes e agradecidos enquanto Inpa pela atitude da prefeitura. Uma vez que devemos lembrar o órgão é do Governo federal, sim, mas ele é acima de tudo do Brasil, e sempre tem sido visitado ao longo desses 24 anos de existência” finalizou Antônia. 

    A assinatura da Carta aconteceu no Centro Cultural Palácio Rio Branco, que fica na praça Dom Pedro II, na avenida sete de Setembro, Centro de Manaus.

    Leia mais: 

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no WhatsApp. Clique aqui!:

    Bosque da Ciência do Inpa é opção de lazer e contato com a natureza

    Em Manaus, Arthur garante recurso para manter Bosque da Ciência



    Comentários