Fonte: OpenWeather

    Sistema Prisional


    Mulheres do sistema prisional de Manaus fazem mamografia na FCecon

    Ação deste sábado é vista como positiva pela oportunidade de agilizar os exames de rastreio

    Manaus - Mulheres privadas de liberdade do sistema prisional de Manaus fizeram exame de mamografia, neste sábado (27).  Ao todo, 11 mulheres, com mais de 40 anos de idade e que estão no regime fechado da Penitenciária Feminina de Manaus (PFM), fizeram o exame de rastreio na FCecon. 

    Em uma ação da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Vara de Execuções Penais (VEP) do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJ-AM) e Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

    “Há uma recomendação para que todas as mulheres com mais de 40 anos façam o exame de mamografia. Por conta de elas estarem no regime fechado, há um pouco mais de dificuldade de acesso fora do sistema. Então a Fundação Cecon, junto com o Conselho Nacional de Justiça, resolveu fazer essa ação hoje (27)”, explica a chefe do Serviço de Mastologia da Fundação, a médica mastologista Hilka Espírito Santo, destacando a parceria com o CNJ, representado pelo coordenador do Conselho no Amazonas, Ricardo Peres.

    Benefício

    Segundo a coordenadora de Saúde do Sistema Prisional da Seap, Alyne Taumaturgo, em todas as unidades prisionais há Unidades Básicas de Saúde (UBSs) com clínico geral, psiquiatra, enfermeiros e demais profissionais que fazem atendimento às pessoas privadas de liberdade.

    Para exames e consultas específicos, os reeducandos do sistema prisional são encaminhados via Sistema de Centrais de Regulação (Sisreg) aos locais especializados.

     A ação deste sábado é vista como positiva pela oportunidade de agilizar os exames de rastreio. “Essa ação é de grande valia. Elas (mulheres privadas de liberdade) gostam muito quando é feito esse tipo de iniciativa porque elas são beneficiadas. Essa ação agiliza para que elas tenham acesso ao resultado mais rápido”, avalia Alyne Taumaturgo.

    Inédito

    Essa foi a primeira vez que a Fundação Cecon fez uma ação deste tipo. “Essas mulheres têm o mesmo direito à saúde. Essa ação preserva esse direito e garante o acesso à realização de exames tão importantes como a mamografia para prevenir o câncer de mama”, avalia o diretor-presidente da FCecon, mastologista Gerson Mourão.

    FCecon, Seap, TJAM e CNJ estudam também fazer uma ação para que as mulheres do sistema prisional provisório façam o exame de mamografia na Fundação.

     *Com Informações da Assessoria 

    Leia Mais

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Profissionais de saúde recebem qualificação para teste de pezinho

    Comissão divulga candidaturas deferidas para eleição do CES-AM

    Comentários