Fonte: OpenWeather

    Viaduto


    Vídeo: parte do viaduto da Constantino será entregue neste mês

    A Prefeitura de Manaus, também, anunciou a entrega da obra do complexo viário, ainda neste semestre.

    Com a entrega de parte do viaduto, o trânsito no local será desafogado.
    Com a entrega de parte do viaduto, o trânsito no local será desafogado. | Foto: Alex Pazuello/Semcom

    Manaus (AM) -  O novo complexo viário Ministro Roberto Campos, na avenida Constantino Nery, deverá ser entregue pela Prefeitura no primeiro semestre deste ano e, ainda neste mês, será liberada uma alça de acesso da avenida São Jorge para a avenida Constantino Nery, no sentido bairro/Centro. 

    Segundo a Prefeitura, no canteiro de obras, os trabalhos estão concentrados no acabamento da Estação Central, na Constantino Nery e na Estação de Transferência de Passageiros, que também está em fase final da estrutura física. Os demais serviços estão em andamento, dentro do cronograma estabelecido, restando pouco mais de 20% para a conclusão total. “Já será um bom desafogo ao trânsito no local”, destacou o prefeito Arthur Virgílio Neto

    | Foto: Alex Pazuello/Semcom

    A primeira etapa do complexo, com saída da João Valério sentido avenida São Jorge, já está em fase de conclusão e recebe pintura. A passagem subterrânea, que faz parte da segunda etapa, na Pará, também está em estágio avançado. 

     “Sigo me recuperando da cirurgia de prótese total do joelho direito e não vejo a hora de poder estar nas ruas, fiscalizando as obras, como gosto de fazer. Mas, até lá, monitoro o avanço dessas grandes intervenções pelo meu tablet, cobrando prazos em reuniões periódicas com meu secretariado”, completou o prefeito. 

    Conclusão das obras

    Os trabalhos contam com aproximadamente 200 trabalhadores e a obra tem prazo máximo de 15 meses para ser concluída. “Estamos dentro do prazo e ainda este semestre entregaremos a obra”, afirmou a engenheira fiscal da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Iglete Aciole. 

    Projeto 

    O complexo viário Ministro Roberto Campos ocupa uma área de 35 mil metros quadrados e está orçado em R$ 64.382.984,90 – com recursos de uma operação de crédito com o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal, por meio do Fundo Municipal de Desenvolvimento Urbano (FMDU). Os serviços são executados pelo Consórcio Manaus, formado pelas empresas JNasser Engenharia Ltda. e a construtora Soma Ltda., vencedor da licitação. 

    Com a conclusão da obra, uma nova pista vai interligar a rua João Valério, no sentido Leste-Oeste, com a avenida São Jorge, com passagem subterrânea pela Constantino Nery. Uma bifurcação levará o tráfego de veículos no sentido bairro São Jorge e a outra fará uma curva à esquerda, levando o tráfego para a avenida Constantino Nery, sentido Centro. 

    A segunda intervenção sob a Constantino Nery receberá o trânsito, no sentido Oeste-Leste, interligando a rua Pará com a avenida São Jorge. As duas passagens subterrâneas desativarão sete semáforos que antes controlavam o tráfego de veículos nos dois cruzamentos, dando mais segurança a motoristas e pedestres, além de garantir agilidade e fluidez ao trânsito. 

    Transporte coletivo

     A Estação de Transferência fará a conexão das linhas de ônibus dos bairros da zona Oeste, dentre eles São Jorge, Lírio do Vale, Vila da Prata, Santo Agostinho e Ponta Negra, com os ônibus articulados que vão até o Centro e/ou para os outros bairros das zonas Oeste, Leste e Norte. Complementar à Estação de Transferência, está sendo construída uma nova Estação Central para atender aos articulados. Ambas são interligadas por uma passarela, com elevador de acessibilidade, servindo tanto aos usuários dessas estações como àqueles que desejarem utilizar as demais paradas do transporte coletivo à direita da Constantino Nery.



    Com informações da assessoria

    Comentários