Fonte: OpenWeather

    Acidentes


    Forte chuva faz asfalto ceder no viaduto 28 de março, dizem motoristas

    Segundo motoristas, o asfalto do Complexo Viário 28 de março cedeu em decorrência da forte chuva e deixou um buraco que está ocasionando os acidentes

    O viaduto, inaugurado em 2014, foi orçado em R$ 24 milhões
    O viaduto, inaugurado em 2014, foi orçado em R$ 24 milhões | Foto: Arlesson Sicsú

    Motoristas denunciam, por meio de um vídeo, acidentes no Complexo Viário 28 de Março, que dá acesso ao Aeroporto Internacional Eduardo Gomes e à Zona Norte de Manaus, por conta da forte chuva. Segundo a denúncia enviada à reportagem nesta segunda-feira (1º), o asfalto cedeu e deixou buracos, que acabam furando os pneus dos carros.

    O Complexo Viário é composto por quatro alças de acesso interligadas a uma passagem de nível, para entrada e saída do Aeroporto e, ainda, retornar para a Avenida Torquato Tapajós. Segundo o relato, há um "buraco enorme" na via, responsável por furar os pneus de dois carros. 

    A Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) informou que a equipe de apoio já está no local referente ao acidente. Os agentes de trânsito isolaram o local, onde o asfalto cedeu, e aguardam para a manutenção da via.

    Obras de manutenção no Complexo Viário 28 de março
    Obras de manutenção no Complexo Viário 28 de março | Foto: Divulgação/ Immu

    A obra, que foi inaugurada em 2014 com o objetivo de desafogar o trânsito na capital, custou R$ 24 milhões e foi executada em 10 meses. O nome do complexo viário faz referência ao acidente fatal entre um caminhão e um micro-ônibus, com 16 pessoas.

    Comentários