Fonte: OpenWeather

    Ação Social Pandemia


    Polo Industrial de Manaus faz doação de 100 toneladas de alimentos

    A Ação Social Integrada do Polo Industrial de Manaus chegou à terceira semana com a marca de 109 toneladas de alimentos e 89 já distribuídos

    A iniciativa tem a finalidade de amenizar o sofrimento das comunidades diante da crise econômica gerada pela pandemia do novo coronavírus (COVID-19).
    A iniciativa tem a finalidade de amenizar o sofrimento das comunidades diante da crise econômica gerada pela pandemia do novo coronavírus (COVID-19). | Foto: Divulgação

    MANAUS (AM) - A Ação Social Integrada do Polo Industrial de Manaus chegou à terceira semana com a marca de 109 toneladas de alimentos arrecadadas entre as empresas instaladas na Zona Franca de Manaus (ZFM) e 89 já distribuídas. A iniciativa tem a finalidade de amenizar o sofrimento das comunidades diante da crise econômica gerada pela pandemia do novo coronavírus (COVID-19). 

    O grupo de voluntários na semana passada para atender mais 13 instituições beneficentes.

    Desta vez receberam doações de cestas básicas as seguintes casas: Lar Batista Janell Doyle, Casa da Criança, ACEAM, Espaço Cidade CIEE Amazonas, Casa Vhida, Comunidade do Crespo, Fundação Dr. Thomas, Hermanitos - Projeto com Venezuelanos, Associação Missionária Evangélica do Amazonas, Legião da Boa Vontade, Associação de Apoio às Pessoas Portadoras de Necessidades Especiais - APPNE, Associação de Amparo Social Frei Mário Monacelli e Lar das Vitórias,

    A ação também fez a doação de Equipamentos de Proteção Individual (EPI´s). De acordo com a assessoria foram doadas mais de 100 mil máscaras cirúrgicas para: Hospital Francisca Mendes, Fundação Adriano Jorge, Centro de Distribuição de Medicamentos do Amazonas (CEMA). Desta quantidade, 20 mil foram enviadas para o estado do Acre.

    A iniciativa tem a finalidade de amenizar o sofrimento das comunidades diante da crise econômica gerada pela pandemia do novo coronavírus (COVID-19).
    A iniciativa tem a finalidade de amenizar o sofrimento das comunidades diante da crise econômica gerada pela pandemia do novo coronavírus (COVID-19). | Foto: Divulgação

    Para o Wilson Périco, presidente do Centro da Indústria do Estado do Amazonas, um dos responsáveis pela mobilização das empresas, a ação solidária significa alinhamento com o sofrimento da comunidade. "Fomos tomados de assalto pelo desconhecimento das mazelas deste inimigo invisível que surpreendeu o planeta. Mesmo assim, em meio à calamidade, não titubeamos em produzir e doar itens que outrora importávamos da Ásia", finalizou. 

    Participantes:

    A iniciativa foi  capitaneada pelas entidades do setor industrial do Amazonas e do Brasil, Federação da Indústria do Estado do Amazonas (FIEAM), Centro da Indústria do Estado do Amazonas (CIEAM), Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos (ELETROS) e Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (ABRACICLO). 

    Corrente do Bem

    A campanha continua e toda sociedade está convidada a contribuir com braços e doações: 

    Mais informações nos sites:

    http://www.fieam.org.br

     https://www.cieam.com.br

    Comentários