Fonte: OpenWeather

    Falta de água


    Sem água há dias, moradores do Cacau Pirêra reclamam de concessionária

    De acordo com os moradores, o abastecimento de água é falho na cidade. O abastecimento é de responsabilidade do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), que ainda não respondeu às reclamações

    Iranduba- Nos últimos meses, além do enfrentamento da pandemia do coronavírus, moradores do distrito Cacau Pirêra, a 40 quilômetros de Manaus, reclamam das falhas no serviço de abastecimento de água na comunidade. Segundo as denúncias, o problema piora a cada dia e não há explicação sobre o motivo da falta de água no distrito. Após várias denúncias sem respostas, a população procurou o EM TEMPO para denunciar o fato.

    A dona de casa Ana Carolina Braga, moradora do bairro Nova Veneza diz que não suporta mais a falta de providências por parte dos órgãos públicos. Segundo ela, o problema acontece há anos na cidade e não há previsão para a solução. Casada e mãe, a dona de casa afirmou ter que gastar dinheiro para comprar água potável e realizar os afazeres domésticos.

    Ana Carolina Braga mora no Beco Aline e sofre sem água em casa
    Ana Carolina Braga mora no Beco Aline e sofre sem água em casa | Foto: Naylene Freire

    “A água chega uma vez por dia, e dura apenas durante 30 minutos. Depois disso, ao se abrir a torneira,  não sai uma gota. Isso quando há água. Já passamos uma semana sem água. Tivemos que usar água filtrada para lavar louça, fazer comida e tomar banho. Acordo cedo e fico reservando baldes com água, e isso porque tenho bomba. As pessoas que não tem o aparelho, não conseguem guardar, pois a água chega fraca", contou Ana Braga.

    Os afazeres de casa e do trabalho de Camila Mikaela estão sendo prejudicados por falta de água
    Os afazeres de casa e do trabalho de Camila Mikaela estão sendo prejudicados por falta de água | Foto: Naylene Freire

    Para quem possui o próprio negócio as condições são a piores, conforme explicou a comerciante Camila Mikaela.  Na opinião dela, a última saída foi realizar a denúncia, pois a população já tentou de tudo, sem sucesso. Camila tem uma loja na avenida Nova Veneza, e a ausência de água prejudica o comércio local. “As ruas sete e oito são as piores. Não chega água de jeito nenhum. Um rapaz da empresa liga água por 15 minutos e depois desliga. Os funcionários já nos xingaram, disseram que não pagamos água e que temos que cobrar é do prefeito e não deles. Nós não pagamos porque eles não cobram. Se fosse acordado um serviço de qualidade para garantir o abastecimento, com certeza pagaríamos. Há poço artesiano na cidade, porque não consertam para fornecer água para todos? Não é possível viver do lado de um rio desse tamanho e não ter água para a população. Isso é falta de planejamento", disse à reportagem

    Resposta da Empresa

    A empresa responsável pelo abastecimento de água no Cacau Pirêra (Iranduba) é a  Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE).

    O EM TEMPO entrou em contato com os responsáveis para ouvir o posicionamento da empresa quanto ao assunto, porém até o fechamento dessa matéria não obteve respostas oficiais. 

    Leia Mais: 

    Moradores do Cacu Pirêra vivem em meio a lixeira a céu aberto

    Amazonense faz "vakinha on-line" para compra uma prótese 

    Amazonas retoma transporte hidroviário após paralisação por pandemia

    Comentários