Fonte: OpenWeather

    Oportunidade


    Apenados do sistema prisional do AM fazem curso profissionalizante

    Projeto Transformar visa capacitar apenados através de cursos profissionalizantes para a reinserção no mercado de trabalho

    No final do curso, que tem duração de 160 horas, os participantes receberão certificado
    No final do curso, que tem duração de 160 horas, os participantes receberão certificado | Foto: Divulgação

    Manaus - Apenados do sistema prisional do Amazonas iniciaram, nesta segunda-feira (17), o curso de instalação e manutenção em condicionadores de ar. A qualificação profissional faz parte do “Projeto Transformar”, uma parceria entre as secretarias de Estado de Administração Penitenciária (Seap) e Administração e Gestão (Sead) e o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam).

     Após um período de suspensão, devido à pandemia da Covid-19, o projeto retorna com esse primeiro curso, com certificação de 160 horas, disponibilizado aos apenados da Casa do Albergado, Central Integrada de Acompanhamento de Alternativas Penais (Ciapa) e semiaberto. A iniciativa tem foco na qualificação técnica e profissional como meio de reintegrar o indivíduo à sociedade.

    Foram abertas 40 vagas para duas turmas, nos períodos da manhã e tarde. “Nós abrimos duas turmas do curso de refrigeração, que é um dos cursos com melhor resultado na prática. Muitos dos reeducandos que já participaram conseguiram se firmar no mercado de trabalho”, lembrou Keyla Prado, chefe do Departamento de Reintegração Social e Capacitação (Deresc) da Seap.

    Segundo Keyla, as duas secretarias e o Cetam estão unidos no propósito de contribuir com a mudança de vida desses indivíduos. “Os recursos para o aprendizado e a certificação nós estamos ofertando. Agora, só depende deles. Se souberem aproveitar a oportunidade, o curso terá grande valia, trazendo independência, pois poderão se tornar donos do próprio negócio”, enfatizou.

    A coordenadora de Patrimônio da Sead, Ana Estefânia de Oliveira, avalia os benefícios do projeto para o Estado e para o reeducando. “A grande relevância desse curso é que nós podemos pegar os bens móveis das secretarias que estão com algum dano, trazer para as aulas e devolvê-los restaurados, gerando economia para o Estado e aprendizado prático para o apenado, possibilitando sua reintegração ao mercado de trabalho”, enfatizou a coordenadora.

    ‘Projeto Transformar

    Criado em 2018, o projeto utiliza boas práticas da logística reversa e visa o desenvolvimento sustentável por meio de parcerias colaborativas entre órgãos da administração pública. É oferecida qualificação técnica a apenados do sistema carcerário e o novo ofício auxilia a reintegração social.

    Em 2019, o “Transformar” trouxe uma economia de mais de R$ 317 mil ao Governo do Amazonas por meio da recuperação de 201 equipamentos. 

    Leia mais: 

    Cliente é baleado por entregador de pizza após discussão em Manaus

    Vídeo: Sucuri tenta engolir jacaré em condomínio na Ponta Negra

    Adolescente é eletrocutado ao tirar pipa de fios elétricos em Manaus

     

    Comentários