Fonte: OpenWeather

    Crise na saúde


    White Martins nega interrupção de entrega de gás por débitos no AM

    White Martins nega interrupção de fornecimento de gás por débitos financeiros no Amazonas

     

    A White Martins é a principal fornecedora de oxigênio para o governo do Amazonas
    A White Martins é a principal fornecedora de oxigênio para o governo do Amazonas | Foto: Divulgação

    Manaus (AM) - A empresa White Martins, fornecedora de oxigênio para o Estado do Amazonas, emitiu nota desmentindo informações que estão circulando nas redes sociais, de que não esteja fornecendo o gás em função de débitos financeiros. 

    Pela nota, “o foco da empresa está 100% voltado para o aumento da disponibilidade do produto, inclusive trazendo produto de outros estados, mesmo com os desafios logísticos da região”.

    Leia tambémFalta de oxigênio nos hospitais deixa Manaus sem respirar

    Com a ampliação do em mais de 600 no número de leitos nos últimos dois meses, o consumo de oxigênio pelas unidades de saúde do Amazonas passou de 176 mil metros cúbicos por mês para 850 mil metros cúbicos por mês, um acréscimo de 382,9%.

    As empresas aumentaram a produção ao limite e buscam soluções de importação do insumo. A White Martins, é a principal fornecedora de oxigênio para o governo do Amazonas e informou ontem também que atua para viabilizar a importação do produto da Venezuela para suprir a alta demanda.

    O país vizinho, que vive uma grave crise humanitária, seria uma das opções mais viáveis para a importação do oxigênio pela proximidade geográfica e pela disponibilidade do insumo.

    Leia mais:

    Hospitais de Manaus serão abastecidos com oxigênio de Fortaleza e SP

    Vídeo:polícia apreende caminhão com 33 cilindros de oxigênio em Manaus

    Mourão diz que ‘não tinha como prever o que ia acontecer em Manaus’

    Comentários