Fonte: OpenWeather

    Enchente dos rios


    Cheia deixa em emergência municípios do Amazonas

    A cheia dos rios que tem castigado o Estado do Acre também chegou ao Amazonas. Prefeitos de cinco municípios já decretaram estado de emergência e pelo menos um, decretou estado de alerta em decorrência das enchentes.

     

    Situação do município de Boca do Acre é emergencial devido à dimensão dos estragos já causados pela subida avassaladora do nível do rio
    Situação do município de Boca do Acre é emergencial devido à dimensão dos estragos já causados pela subida avassaladora do nível do rio | Foto:

    Manaus - A cheia dos rios que tem castigado o Estado do Acre também chegou ao Amazonas. Prefeitos de cinco municípios já decretaram estado de emergência e pelo menos um, decretou estado de alerta em decorrência das enchentes.

    As prefeituras de Guajara, Rio Preto da Eva, Pauini, Ipixuna e Canutama decretaram emergência; o prefeito de Envira, Paulo Ruan Portela Mattos, decretou estado de alerta no dia 17 

    Boca do Acre

    Em Boca do Acre, o Ministério Público do Amazonas (MP-AM) instaurou Procedimento Administrativo para acompanhar e fiscalizar as ações do Poder Público no que tange à cheia dos Rios Purus e Acre, que decretou estado de emergência após enchente atingir 1.800 famílias.

    Deputado Belarmino Lins pede providências em Boca do Acre

    Em discurso na manhã desta terça-feira (23) na Assembleia Legislativa (Aleam), o deputado Belarmino Lins (PP) apelou ao governador Wilson Lima e à Defesa Civil do Estado solicitando providências urgentes em relação ao drama de famílias afetadas pela grande enchente do Rio Branco.

    De acordo com o líder progressista, a situação do município é emergencial devido à dimensão dos estragos já causados pela subida avassaladora do nível do rio, atingindo, sobretudo, as famílias residentes na chamada ‘Cidade Baixa’ de Boca do Acre, com suas atividades econômicas totalmente prejudicadas.

     

    Enchente atinge casas, escolas, igrejas e coloca em risco à saúde da população
    Enchente atinge casas, escolas, igrejas e coloca em risco à saúde da população | Foto: Reprodução

    “Em virtude dessa grave situação, estamos apelando ao governador Wilson Lima, bem como à Defesa Civil e à Secretaria de Ação Social do Estado, no sentido de que seja realizado, com máxima brevidade, um amplo levantamento para verificar a real dimensão dos prejuízos, a fim de que as famílias atingidas recebam o justo socorro”, disse o deputado, observando que a enchente do Rio Branco, que banha o Estado do Acre, já castiga duramente os municípios acreanos e amazonenses situados no Alto Purus.

    Leia mais:

    Boca do Acre entra em situação de emergência por causa da cheia

    Acre já registra quase 130 mil afetados com cheia dos rios

    www.emtempo.com.br/ultimas







    Comentários