Fonte: OpenWeather

    Cheia recorde


    Em Manaus, mais de 2 mil m de pontes foram revitalizados após cheia

    Para atender à comunidade em cheia recorde, as pontes foram essenciais em Manaus

     

    Nesta sexta-feira (18), uma equipe com 12 servidores da Seminf atua na construção de sete pontes no bairro da Paz, zona Centro-Oeste
    Nesta sexta-feira (18), uma equipe com 12 servidores da Seminf atua na construção de sete pontes no bairro da Paz, zona Centro-Oeste | Foto: Mariana Rocha/Seminf

    Manaus - Para assegurar acessibilidade e segurança aos moradores nos bairros de Manaus, com a situação agravada pela cheia histórica do Rio Negro, mais de 2.060 metros de pontes de madeira foram revitalizados desde o início do ano. As estruturas são extremamente necessárias em ruas, vielas e vicinais que não comportam outro tipo de equipamento.

      A Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) reformou as pontes no bairro Praça 14 de Janeiro (com a marca de 540 metros de pontes construídas); no bairro Alvorada (80 metros); no Colônia Santo Antônio (12 metros) ; no Nova Esperança (30 metros); no Colônia Terra Nova (18 metros); e na comunidade José Bonifácio, no bairro Dom Pedro, foram mais de 30 metros de pontes construídas.  

    “As pontes em madeira são equipamentos extremante necessários e que levam humanização a locais quase sempre remotos. E, por determinação do prefeito David Almeida, essas solicitações foram intensificadas, pois sabemos da necessidade das implantações, reformas e manutenções. Vamos cada dia mais humanizando nossa gestão”, concluiu Rotta.

    Ação nesta sexta

    Especificamente nesta sexta-feira (18), uma equipe com 12 servidores da Seminf atua na construção de sete pontes no bairro da Paz, zona Centro-Oeste. A medida foi determinada pelo prefeito David Almeida e pelo vice-prefeito e secretário de Infraestrutura, Marcos Rotta, para garantir melhorias na circulação dos moradores que sofriam com a falta de segurança e estrutura no local.  

     

    Nestes locais, as pontes de madeira são a saída para suprir essa necessidade
    Nestes locais, as pontes de madeira são a saída para suprir essa necessidade | Foto: Mariana Rocha/Seminf

    O engenheiro Rômulo Almeida, responsável pela obra, disse que os moradores do bairro da Paz sofriam com a falta de manutenção das pontes há mais de três anos.

    “Aqui, nesses becos do bairro da Paz, era praticamente impossível a passagem de pessoas, por conta dessas pontes que estavam todas se rompendo devido ao desgaste e à falta de manutenção. A situação se agravava especialmente em dias de chuva, quando muitos moradores até chegaram a cair ao tentar atravessar as antigas pontes. Hoje, seguindo a determinação do prefeito David Almeida e do vice Marcos Rotta, vamos garantir que essas pessoas voltem a ter acessibilidade e segurança”, afirmou o engenheiro.

    *Com informações da assessoria


    Leia mais:

    Prefeitura chega à marca de 13 mil metros de pontes construídas

    Repiquete: Rio Negro volta a subir e bate novo recorde de 30,02 metros

    Carros ficam submersos em ruas alagadas após forte chuva em Manaus

    Comentários