Fonte: OpenWeather

    Passa-Fácil


    Usuários do transporte coletivo têm mais uma opção de recarga

    O novo sistema já está disponível desde dezembro

    Chamada de "fast cash", este é um novo sistema de recarga que pode ser feita através de transferência bancária sem anuidade e com atualização de recarga mais rápida | Foto: Márcio Melo

    Os estudantes e usuários do transporte coletivo, que utilizam cartão cidadão para pagar a passagem de ônibus, agora têm uma terceira opção de recarga. A nova forma, apesar de pouco tempo disponível, já foi utilizada por mais de 4.500 pessoas. A informação é do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram). 

    Chamada de "fast cash", este é um novo sistema de recarga que pode ser feita através de transferência bancária sem anuidade e com atualização de recarga mais rápida.  A diferença, segundo o Sinetram, é  que  essa opção de compra online é bem mais rápida do que a opção de compra virtual, já conhecida pelos usuários. 

    Leia também: Família manauense sofre grave acidente na BR-174 e dois morrem na hora

    "Com essa forma de pagamento, a recarga demora no máximo 24 horas para ser validada. As outras demoram, muitas vezes, entre 48 ou 72 horas para valer os créditos. Uma vez que o usuário ainda tem a necessidade de pagar via boleto", diz Lucas Prata, assessor do órgão.

    Lucas explica ainda que a recarga só não é validada no mesmo momento porque o ônibus precisa ir para garagem para que o sistema seja atualizado via internet.

    "Quando o transporte volta para a garagem, ele atualiza todas as recargas compradas durante o dia. No outro dia, quando a pessoa embarcar, a carga é revalidada. É o que chamamos de carga embarcada", explica. 

    Edição: Bruna Souza

    Leia mais:

    Motorista de Uber consegue fugir de assaltantes ao saltar de carro

    Adolescente é apreendido após atropelar garota no Monte das Oliveiras

    Quais alimentos podem contribuir para câncer do estômago?

    Comentários