Fonte: OpenWeather

    manifestação


    Protesto por gasolina mais barata em Manaus acontece nesta quarta (23)

    A concentração está prevista para ocorrer às 10h desta quarta-feira em frente à Aleam, na Zona Centro-Sul da capital amazonense

    A expectativa de manifestantes para hoje é de aproximadamente 200 condutores e simpatizantes, afirma a organização do ato
    A expectativa de manifestantes para hoje é de aproximadamente 200 condutores e simpatizantes, afirma a organização do ato | Foto: Márcio Melo

    Manaus - Motoristas de diversos setores da sociedade programaram uma manifestação pacífica às 10h desta quarta (23), em frente à Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), localizada na avenida Mário Ypiranga Monteiro, Zona Centro-Sul de Manaus.

    O objetivo do movimento é chamar a atenção das autoridades e dos donos das empresas de combustíveis pelo preço da gasolina, aumentado para R$4,69 na última semana na capital amazonense.

    O grupo, que planeja o ato, é o mesmo que reuniu cerca de 300 pessoas na avenida Djalma Batista, Zona Centro-Sul, para protestar sobre o mesmo assunto na última segunda-feira (21). Na oportunidade, os manifestantes fecharam a avenida e conturbaram o trânsito.

    Leia também: Preço dos combustíveis é tema de debate na Câmara dos Deputados

    A expectativa de manifestantes para esta quarta, segundo Lucas, é de aproximadamente 200 condutores e simpatizantes da pauta. Ele diz, ainda, que desde o último aumento anunciado o preço das refinarias já baixou 2%, mas que não chega a fazer diferença.

    Em vários outros Estados brasileiros também ocorrem protestos contra o preço da gasolina
    Em vários outros Estados brasileiros também ocorrem protestos contra o preço da gasolina | Foto: Divulgação

    "Este pequeno reajuste não vale para o nosso bolso. Buscamos uma mudança real que reflita nas economias de cada motorista manauense", completou.

    Preço da Gasolina

    O litro da gasolina chegou a ser cobrado até R$ 4,65, na última quinta-feira (17), em alguns postos da cidade. O motivo, segundo o o Sindicato do Comércio Varejistas de Combustível do Amazonas (Sindicam), foi um reajuste feito pela Petrobras no preço repassado para as refinarias de R$ 2,0046, descontando taxas e tributos.

    De acordo com matéria publicada pelo Em Tempo, um novo aumento já estava programado para começar a valer na última sexta-feira (18).

    Esse cenário mostra uma escalada no preço da gasolina que vem ocorrendo desenfreadamente desde o início do ano, quando o preço nas bombas era de R$ 4,29.

    Manifestações pelo Brasil

    Em pelo menos 13 Estados do país foram registrados atos contra o aumento abusivo do preço dos combustíveis na segunda. Minas Gerais e Bahia são as unidades da federação com maior número de registros.

    As manifestações foram anunciadas na sexta-feira (18) pela Associação Brasileira de Caminhoneiros (ABCam) e pela Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA).

    Edição: Isac Sharlon

    Leia mais

    Ônibus circulam normalmente nesta quarta (23), em Manaus

    Rodoviários voltam atrás e suspendem greve na quarta em Manaus

    Motoristas do transporte especial protestam na avenida Autaz Mirim

    Comentários