Fonte: OpenWeather

    Acidente


    Avó e neta morrem ao cair de canoa durante forte chuva em Manaus

    O corpo da dona de casa Sandrina já foi encontrado. O corpo da menina de oito anos segue desaparecido

    Equipes da Marinha e do Corpo dos Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) estão no caso para apurar as circunstâncias e localizar o corpo da pequena Lizandra | Foto: Nicolas Daniel Marreco

    Manaus - A dona de casa Sandrina da Silva, de 56 anos, e sua neta, Lizandra Barros, de oito anos, morreram afogadas durante a forte tempestade da noite desta sexta-feira (7). Elas voltavam da casa de amigos, em uma canoa, quando foram jogadas no rio, por um forte banzeiro, perto do Colônia Antônio Aleixo, Zona Leste de Manaus.

    A mãe de Lizandra, Rosymary Barros, de 25 anos, estava aos prantos quando o Instituto Médico Legal (IML) chegou na manhã deste sábado (8) para remover o corpo de Sandrina.

    "Quando a canoa começou a afundar, peguei minhas duas filhas no colo, mas minha mãe disse que salvaria a mais velha. Quando vi, as duas tinham sumido no meio do rio. Perdi minha mãe e minha filha ao mesmo tempo", disse Rosymary, em meio a lágrimas.

    O corpo da criança afogada ainda está desaparecido. Equipes da Marinha e do Corpo dos Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) estão no caso para apurar as circunstâncias e localizar o corpo de Lizandra.

    Das seis pessoas, sendo quatro adultos e duas crianças, que estavam na canoa, quatro se salvaram. Rosymary disse que partiu do bairro Colônia Terra Nova, Zona Norte, às 19h com destino a sua casa. Em torno das 21h, quando chegaram ao bairro Colônia Antônio Aleixo, começaram as buscas pelas desaparecidas por conta própria.

    "Os bombeiros disseram que não podiam colocar a equipe em risco, então saímos à procura. Minha irmã achou o corpo da minha mãe, enrolado em uma malhadeira, perto das 7h de hoje. Os bombeiros ainda não tinham chego no local", disse.

    Segundo Rosymary, era comum o trajeto de canoa que faziam da casa dos amigos para casa em que moram. O enterro de Sandrina está programado ainda para a tarde deste sábado.

    Rosymary também estava na canoa e conseguiu salvar a outra filha
    Rosymary também estava na canoa e conseguiu salvar a outra filha | Foto: Nicolas Daniel Marreco

    Nota de esclarecimento

    O Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas informa que às 21h da última sexta-feira (07/09), recebeu um chamado para ocorrência de busca e resgate por pessoa desaparecida em meio líquido. No informe, o solicitante explica que duas pessoas não identificadas, sendo uma mulher e uma criança, desapareceram ao cair nas águas, durante uma travessia de catraia.

    Seguindo os protocolos e devido à forte chuva na cidade de Manaus, a corporação informou ao solicitante que uma equipe composta por três bombeiros mergulhadores iria para o local da ocorrência na manhã deste sábado.

    Conforme o informado, as buscas da equipe de mergulho já iniciaram na manhã deste sábado (08/09). Após familiares encontrarem uma das vítimas, a equipe trabalha nas buscas para encontrar a segunda vítima desaparecida.

    A corporação ressalta que as condições na noite do dia (07/09), após o primeiro acionamento, não eram favoráveis para o atendimento, ainda pela noite, à ocorrência de buscas submersas (mergulho), o que poderia comprometer a segurança dos nossos bombeiros militares, terceiros e toda a operação de modo geral.

    A corporação lamenta a fatalidade e solidariza com os familiares das vítimas.

    O caso aconteceu na noite desta sexta-feira (7), no bairro Colônia Antônio Aleixo
    O caso aconteceu na noite desta sexta-feira (7), no bairro Colônia Antônio Aleixo | Foto: Nicolas Daniel Marreco

    Leia mais:

    Bairros sem energia e casas destelhadas após forte temporal em Manaus

    Comentários