Fonte: OpenWeather

    Serviço


    Fametro abre as portas com serviços gratuitos à população e animais

    Comunidade teve acesso a oficinas, exposições, palestras, além de atendimentos clínicos e consultas em animais

    Manaus –  Durante a manhã deste sábado (22),  as unidades 1 e 2 do Centro Universitário (Ceuni) Fametro ofereceram vários serviços para a comunidade que prestigiou o evento voltado para a população. O prédio da faculdade está localizado na avenida Constantino Nery, bairro Chapada, Zona Centro–Sul de Manaus. 

    O evento, segundo informa a pró-reitora da instituição, Cinara Cardoso, é uma forma de integrar a comunidade junto com o ambiente de ensino, mostrando aquilo que a faculdade tem a oferecer, além de ser uma forma de treino para os estudantes. 

    “Aqui eles têm a possibilidade de praticar aquilo que aprenderam em sala de aula. Por isso, colocamos os alunos de todos os 34 cursos que oferecemos para ter esse contato com a comunidade e mostrar um pouco do que a Fametro desenvolve com os alunos”, destacou a pró-reitora. 

    Uma das ações foi de orientação básica para primeiros socorros
    Uma das ações foi de orientação básica para primeiros socorros | Foto: Isabela Bastos

    Dentre os serviços oferecidos, a população contou com oficinas, atividades lúdicas e exposições para todas as faixas etárias. A aluna Kayla Priscila, do 6° período do curso de pedagogia, foi uma das organizadoras de uma oficina de brincadeiras lúdicas para crianças. Segundo ela, eventos como esse ajudam o estudante a preparar-se melhor para o mercado de trabalho. 

    “É uma oportunidade que temos de pôr em prática alguns projetos pensados em sala de aula, além de ser um preparativo para o mercado de trabalho”, comentou. Segundo ela, pelo menos 50 crianças compareceram à oficina.

    Assim como Kayla, o estudante Gabriel Barbosa Soares, do 8° período de Engenharia Elétrica, ministrou, na companhia de outros alunos, um minicurso sobre economia de energia com lâmpadas. 

    O gatinho Frederico recebeu a vacina antirrábica e vermífugo
    O gatinho Frederico recebeu a vacina antirrábica e vermífugo | Foto: Isabela Bastos

    Na sala, ele explicava aos participantes as diferenças entre tipos de lâmpadas e formas de economizar na conta de luz na hora de escolher que tipo usar. 

    “Essas informações são muito importantes, pois há pessoas que gastam muito dinheiro com a conta de luz e acabam não sabendo como economizar. Ter a ajuda de alguém especializado faz toda a diferença”, ressaltou Gabriel. 

    Atendimento aos pets

    Além da programação ofertada para a população em geral, os pets (animais de estimação) também puderam contar com uma programação exclusiva oferecida pelo curso de Medicina Veterinária da universidade. 

    Os donos que levaram os bichinhos de estimação para participar da programação puderam realizar o atendimento médico geral, além da aplicação ou reforço das vacinas antirrábica e vermífugo em cachorros e gatos. 

    Havia programação para os pets entre os serviços oferecidos
    Havia programação para os pets entre os serviços oferecidos | Foto: Isabela Bastos

    Em alusão ao “Setembro Vermelho” da causa animal, que trata sobre a importância da prevenção contra as doenças cardíacas em animais de idade mais avançada. 

    A coordenadora do curso de Medicina Veterinária da Fametro, professora Marina Pandolphi Brolio, aponta sobre a importância dos cuidados com o coração, apontados pelo mês do setembro vermelho. 

    “A população de cães e gatos idosos tem aumentado muito e, assim como humanos, os animais em idade avançada têm predisposição a desenvolver doenças cardíacas, por isso, nosso objetivo é conscientizar os tutores dos animais e mostrar a necessidade de um diagnóstico precoce”, pontuou. 

    Coordenadora do curso de Medicina Veterinária, Marina Brolio, falou sobre o 'Setembro Vermelho' para os animais
    Coordenadora do curso de Medicina Veterinária, Marina Brolio, falou sobre o 'Setembro Vermelho' para os animais | Foto: Isabela Bastos

    A estudante de biomedicina Andressa Pacheco aproveitou a oportunidade para levar o gatinho Frederico, de 1 ano e sete meses e a cadela Morena, de cinco anos, para reforçar as vacinas e passar por consultas com o veterinário cardiologista.

    “Como a Morena já está ficando velhinha, trouxemos ela para se consultar e verificar se está tudo bem. Essa é a primeira vez que trago eles nesse evento, mas já gostei bastante”, afirmou Andressa. 

    De 30 a 35 animais foram atendidos durante o evento de responsabilidade social da universidade. 

    Confira reportagem da TV Em Tempo

    Confira reportagem | Autor: TV Em Tempo



    Leia mais: 

    Estácio Amazonas abre novas turmas de Direito neste semestre

    Mais de 800 bolsas são oferecidas em Programas Pedagógicos

    Inscrições para cursos do Cetam começam nesta quinta


    Comentários