Fonte: OpenWeather

    Incêndio


    Fumaça em Manaus é consequência de 143 focos de queimadas no AM

    O órgão de proteção ambiental registrou focos em 26 municípios localizados no baixo Amazonas e cidades da região metropolitana

    De janeiro a setembro deste ano, foram registradas 278 denúncias de queimadas em Manaus contra 302, no mesmo período do ano passado | Foto: Josemar Antunes

    Analise de sexta (26) a domingo (28), do  Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
    Analise de sexta (26) a domingo (28), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais | Foto: INPE

    Manaus - A intensa fumaça que cobriu a capital amazonense na manhã desta segunda-feira (29), é consequência de 143 focos de queimadas, registrados somente no último final de semana, entre sexta-feira (26) e domingo (28), segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).  

    Confira reportagem | Autor: TV Em Tempo

    Conforme a análise, pelo menos 26 municípios localizados no baixo Amazonas e cidades da região metropolitana apresentaram pontos de incêndios em vegetação.

    O secretário adjunto de Gestão Ambiental da Secretaria do Estado de Meio Ambiente (Sema), coronel da Polícia Militar, Denis Sena, explicou que o enfraquecimento dos ventos de leste para o oeste fizeram que a fumaça se concentrasse em Manaus.

    "Esse acúmulo ocorre de forma mais intensa logo nas primeiras horas da manhã e se se espalha ao longo do dia", disse. 

    Sena ainda informou que os incêndios acontecem devido a ações de produtores rurais que usam o processo de queimada para limpar o pasto. Porém existem alguns casos, que acontecem longe da vigilância do poder publico causando prejuízo a sociedade. 

    "Nessas situações fazemos a autuação administrativa e imputação criminal ao infrator. Estamos trabalhando e atuando em cima desse focos de queimadas criminosas, reprimindo, autuando e fazendo com que os infratores cessem essa condição deles nesse período", informou. ", ressaltou o secretário. 

    Confira reportagem da Tv Em Tempo

    Denúncias 

    A Sema atua com com 40 fiscais divididos em 10 equipes e conta com apoio de outras instituições, entre elas, Corpo de Bombeiros do Amazonas (CBMAM), Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), Batalhão Ambiental, Polícia Civil, Defesa Civil e prefeituras municipais.

    "A população pode ajudar principalmente denunciando pelo 190, onde será feito uma atuação forte pelo Batalhão Ambiental e dos Bombeiros, se caso houver um sinistro em andamento. Temos atualmente um processo natural de controle em razão dos mapas satélites que nós verificamos e direcionamos nossa atividades pontualmente para o foco de calor quando detectamos via satélite", enfatizou Sena.

    Ações em Manaus

    A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade Semmas, tem intensificado o trabalho na área. Desde junho, equipes da Divisão de Educação Ambiental e de Fiscalização estão no corpo a corpo nas ruas, sensibilizando as pessoas e fazendo o atendimento de denúncias de focos de queimadas, além de campanhas nas rádios alertando a população.

    De janeiro a setembro deste ano, foram registradas 278 denúncias de queimadas em Manaus contra 302, no mesmo período do ano passado, o que aponta uma tendência de redução dos indicadores de queimadas na capital.

    Leia mais

    Amazonas em chamas: Região Metropolitana de Manaus arde com queimadas

    SSP monitora queimadas ilegais na Região Metropolitana de Manaus

    Incêndio perto de gasoduto assusta moradores no Amazonas

    Comentários