Fonte: OpenWeather

    FATALIDADE


    Tempestades de raios deixam vítimas fatais no interior do Amazonas

    Duas pessoas morreram e outras ficaram feridas ao serem atingidas por fortes raios

    Os casos foram registrados nos municípios de Silves e Manacapuru
    Os casos foram registrados nos municípios de Silves e Manacapuru | Foto: Reprodução


    Manaus – Duas pessoas morreram após serem atingidas por raios em municípios do interior do Amazonas, na última sexta-feira (16). Outras pessoas também foram atingidas pelas descargas elétricas, mas sobreviveram.

     Em Silves, uma adolescente de 17 anos, identificada como Obaldina Medeiros, foi uma das vítimas dos raios. Ela foi atingida pela descarga elétrica enquanto almoçava em casa, na comunidade Anebár.

    De acordo com informações repassadas pela tia da adolescente, no momento do raio, a vítima apoiava um prato de alumínio sobre os braços, o que pode ter atraído a energia em maior intensidade.

     Ainda de acordo com o depoimento, outras pessoas que estavam na casa também foram atingidas pelos raios. Eles ficaram com uma espécie de paralisia corporal por cerca de 3 minutos.

     Já no município de Manacapuru, um pescador de 41 anos morreu e outras quatro pessoas ficaram feridas após serem atingidos por um raio.

    Conforme testemunhas, o pescador estava em uma canoa , em frente à comunidade Laranjal, na Zona Rural de Manacapuru. Na ocasião,  estava se formando um forte temporal.

     Ao buscar por abrigo na embarcação de madeira, o pescador foi atingido pelo raio e morreu na hora. A força da descarga elétrica rasgou as roupas do homem, além de abrir um ferimento em sua cabeça.

    As outras vítimas foram encaminhadas ao Pronto Socorro no município de Itacoatiara. Apenas uma vítima - em estado mais grave - foi transferida para o Pronto Socorro em Manaus, onde permanece internada.

    Leia mais:

    Agricultor morre após ser atingido por raio no ramal do brasileirinho

    Temporal causa mortes e estragos em BH

    Furacão Michael toca terra na Flórida com ventos catastróficos 

    Comentários