Fonte: OpenWeather

    fiscalização


    Marinha divulga 15 dicas de segurança para quem vai viajar de barco

    Por causa das férias, principalmente, o fluxo de embarcações costuma aumentar no fim do ano em todo o Estado do Amazonas

    Com irregularidades fiscalizadas, a Capitania irá autuar a embarcação e obrigar o retorno ao porto | Foto: Divulgação/Janailton Falcão

    Manaus - Nos últimos dias de 2018, a Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental está intensificando ações de fiscalização nas águas sob responsabilidade jurídica nacional. O objetivo é principalmente impedir o excesso de passageiros e de cargas em embarcações e alertar para a segurança. 

    A Capitania notifica os armadores e aos proprietários de embarcações para cumprirem com seus limites de passageiros e cargas, evitando o constrangimento de retornarem ao porto, atrasando a viagem, além da autuação do barco e a retenção da carteira profissional dos condutores.

    O Comando do 9º Distrito Naval é o que comanda a ação e destacou 15 recomendações para a segurança da navegação:

    1 - Estar atento e vigilante durante a navegação. O condutor é o responsável por tudo que acontece a bordo. O timão precisa estar em mãos seguras;

    2 - Navegar a mais de 200 metros de distância da praia, respeitando os banhistas;

    3 - Ter em mãos a habilitação e os documentos obrigatórios. Conferir tudo antes de sair;

    4 - Conduzir a embarcação com velocidade segura. Isso permite a realização de manobras em caso de situação imprevista e evita acidentes;

    5 - Fazer manutenção preventiva na embarcação. Assim como humanos, a embarcação também precisa de cuidados constantes;

    6 - Não consumir bebidas alcoólicas quando for conduzir a embarcação;

    É essencial respeitar os limites de passageiros e cargas para viagens seguras
    É essencial respeitar os limites de passageiros e cargas para viagens seguras | Foto: Divulgação

    7 - Conhecer bem todos os lugares por onde a embarcação irá navegar. Não navegar sem o mínimo de conhecimento prévio sobre o local;

    8 - Conhecer a previsão do tempo antes de sair e ficar atento às possíveis mudanças;

    9 - Prevenir incêndios na embarcação. Pequenas medidas, como verificar o quadro elétrico e a validade dos extintores de incêndio evitam grandes tragédias;

    10 - Respeitar o limite de pessoas a bordo e garantir a estabilidade da embarcação. A maioria dos acidentes com vítimas fatais são causados por esse descuido;

    11 - Informar o plano de navegação e a lista das pessoas a bordo ao iate clube. Levar sempre um equipamento de comunicação. Navegar é bom, mas é preciso manter contato com terra firme;

    12 - Calcular o consumo de combustível para ir e voltar. Fazer o cálculo em três partes: um terço para ir, outro para voltar e um de reserva;

    13 - Quando ancorado, não acionar motores ou movimentar a embarcação se tiver alguém por perto na água;

    14 - Ter coletes salva-vidas para todos a bordo. O colete deve ser homologado pela Marinha do Brasil.

    15 - Não poluir mares, rios e lagoas. Lugar de lixo é no lixo.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais

    Vídeo: Marinha do Brasil intensifica fiscalizações de embarcações

    Dia do Marinheiro é comemorado com exposição no Shopping Ponta Negra

    Mais de 1,2 mil americanos e canadenses chegam a Manaus

    Comentários