Fonte: OpenWeather

    Crimes


    Amazonas registrou mais de 80 crimes cibernéticos em janeiro deste ano

    Os crimes mais comuns são: de ódio ou intolerância, contra a honra, falsa identidade e estelionato

    Assim que tomar conhecimento do crime a vítima também deve procurar um advogado, registrar boletim de ocorrência na delegacia e ainda, registrar o crime em cartório
    Assim que tomar conhecimento do crime a vítima também deve procurar um advogado, registrar boletim de ocorrência na delegacia e ainda, registrar o crime em cartório | Foto: Divulgação

    Manaus - Em 2018, segundo a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM, foram registrados mais de 1.300 crimes cibernéticos no Amazonas. Somente em janeiro deste ano, foram 87 casos registrados, os crimes mais comuns são: de ódio ou intolerância, contra a honra, falsa identidade e estelionato.

    No Amazonas, o projeto de criação de uma delegacia especializada em crimes cibernéticos não saiu do papel, mas a lei de crimes cibernético assegura punições com prisão e multa. O advogado Guilherme Tomizawa diz que a primeira ação das vítimas é não apagar as provas do crime.

    Assim que tomar conhecimento do crime, a vítima também deve procurar um advogado, registrar um Boletim de Ocorrência, além de registrar o crime em cartório, a chamada ata notarial, depois é esperar que a justiça seja feita.

    Veja a reportagem completa da TV Em Tempo:

    Veja a reportagem | Autor: TV Em Tempo

    Leia mais:

    Golpe do empréstimo pela internet: saiba como identificar

    Polícia captura quadrilha acusada de furtar R$30 milhões

    Polícia revela que estupros virtuais estão ocorrendo em Manaus

    Assista mais vídeos da TV Em Tempo

    Comentários