Fonte: OpenWeather

    Transporte paritucular


    Motoristas de aplicativos pedem aos vereadores regulamentação justa

    Categoria é favor da legalização, mas não admite "abusos" do poder público que, por exemplo, pretende limitar o número de carros para apenas 4 mil. Atualmente, são 50 mil

    Manaus - Os motoristas de aplicativo pedem dos vereadores e da Prefeitura de Manaus uma regulamentação justa da categoria. Os motoristas serão ouvidos na primeira audiência pública desta quarta-feira (10), de uma série de outras três, que devem discutir o Projeto de Lei da do transporte por aplicativo na Câmara Municipal de Manaus (CMM).

    Alguns pontos do documento estão gerando polêmica entre os motoristas que são contra, como a criação de multas, a redução da idade mínima do carro, de 8 para 5 anos, entre outros.

    De acordo com um dos representantes de cooperativa, Felipe Daniel, disse que a categoria quer deixar claro para população de Manaus que são a favor da regulamentação, mas que seja uma regulamentação justa que venha a favorecer os motoristas também.

    “Dentro da PL existe clausulas e pontos chaves que vão nos prejudicar diretamente, como multas absurdas por carro sujo ou ouvir música, que chegam até a R$ 1 mil, e também 1% de lucro por cada corrida, isso é injusto. A gente vai reivindicar nossos direitos porque vivemos disso”, disse Felipe Daniel.

    Motoristas de aplicativo pedem  regulamentação justa
    Motoristas de aplicativo pedem regulamentação justa | Foto: Marcely Gomes

    Outro motorista de aplicativo, Thiago Alex, revelou que um dos pontos que tem gerado bastante polêmica é a redução da idade máxima do veículo de 8 anos para 5 anos, que pode tirar mais de 8 mil carros de circulação, não afeta tanto a categoria, e que tem pontos bem mais graves para serem discutidos.

    “Quanto a redução de 8 anos para 5 anos de vida do carro, nós já vamos tratar de renovar a frota, não nos afeta tanto. O pior é o poder público querer reduzir o número de motorista de 48 mil que rodam hoje, para apenas 4 mil. Com essa frota já não conseguimos atender toda população, imagine com poucos motoristas. É um absurdo”, comentou Thiago Alex.  

    Pelo menos 500 mil usuários de aplicativos de transportes são atendidos todos os dias em Manaus. A primeira, das três audiências públicas dos motoristas de aplicativos, acontece na tarde desta quarta-feira (10), no plenário da Câmara Municipal de Manaus (CMM), com a participação também de outras categorias como taxistas, rodoviários e técnicos da Secretaria Municipal de Transportes Urbanos (SMTU).

    O Projeto de Lei tem previsão para ser votado em julho, após o recesso parlamentar do meio do ano. 

    Leia mais: 

    Regulamentação de Uber e 99 em Manaus só deve ser votada em julho

    Em meio a protesto prefeitura fala sobre legalização de Apps

    Milhares de motoristas reunidos contra transporte por apps em Manaus

    Comentários