Fonte: OpenWeather

    Amazonas


    MPF participa de diálogo com indígenas Ticuna em Tabatinga

    Temas como saúde, educação e segurança foram tratados com cerca de 70 moradores da terra indígena Umariaçu II

    A reunião foi promovida pela Universidade do Estado do Amazonas | Foto: Divulgação

    Manaus- O Ministério Público Federal (MPF) participou de encontro com indígenas Ticuna residentes na terra indígena Umariaçu II para tratar da atuação da instituição na promoção e defesa dos direitos da comunidade, em especial nas questões relacionadas à saúde e educação.

    A reunião foi promovida pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA), no município de Tabatinga (a 1.108 quilômetros de Manaus), no sábado (4). Com cerca de 70 pessoas presentes, o encontro teve tradução em tempo real para a língua ticuna, permitindo o entendimento de todos.

    O procurador da República Valdir Monteiro Oliveira Júnior, que representou a instituição na reunião, esclareceu sobre casos em andamento no MPF em Tabatinga que envolvem direitos do povo indígena Ticuna.

    A segurança na terra indígena Umariaçu II também foi um dos temas indicados pelos participantes como preocupação da comunidade, além da presença de estrangeiros ocupando áreas da terra indígena sem autorização.

    A terra indígena Umariaçu II possui mais de 5,5 mil habitantes e fica localizada a aproximadamente 30 minutos de Tabatinga, município localizado na fronteira com a Colômbia e o Peru.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    MPF recomenda aluguel de casas para imigrantes indígenas venezuelanos

    MPF divulga lista de entidades beneficiadas por acordos de não-persecução penal no AM

    MPF denuncia militar que disparou arma de fogo em rua de Manaus

    Comentários