Fonte: OpenWeather

    Acolhimento


    Maternidade Azilda Marreiro inaugura solário para mães e bebês

    O novo espaço é voltado para as mães e seus bebês, quando houver a necessidade de tomar sol

    Divulgação

    Manaus - A Maternidade Azilda da Silva Marreiro, no conjunto Galileia, zona norte, inaugurou nesta sexta-feira (17/5), o solário da unidade. O espaço é reservado às mães e bebês que precisam tomar sol. O solário foi construído em uma área pouco utilizada da maternidade, que recebeu pintura, jardinagem e bancos de madeira para que as mulheres possam utilizar o espaço com conforto.

    A diretora da unidade, Juliana Evangelista, ressalta que a implantação do solário levou em consideração a necessidade das mães. “No dia a dia, vamos percebendo as necessidades das mães e encontrando soluções do que podemos fazer para ajudá-las”, disse a diretora, que acrescentou que o banho de sol nos bebês contribui para o bem-estar e saúde e, consequentemente, para redução de tempo de internação.

    O banho de sol é essencial para formação óssea do bebê. Em contato com a pele, os raios ultravioletas estimulam a vitamina D que o recém-nascido recebe pelo leite materno.

    A secretária de Saúde em exercício, Vanessa Nascimento, destacou que ações como esta são importantes e demonstram o esforço da gestão em melhorar a área da saúde.

    “É a demonstração de uma força conjunta quando se trabalha com um propósito, e a Azilda Marreiro é um exemplo desse esforço. Estivemos aqui no dia 8 de março para a inauguração da sala de acolhimento e boas práticas para as gestantes e, agora, estamos vendo o trabalho da direção com a revitalização da unidade e com melhora nos fluxos de trabalho e organização das equipes”, afirmou ela. 

    Estiveram presentes na inauguração a secretária executiva adjunta de Atenção Especializada da Capital, da Susam, Dayana Mejia; e o gerente de Maternidades da Susam, Lidinaldo Santos, que ressaltou que a maternidade é da população.

    “O ambiente foi planejado, pensado para a comunidade, com o intuito de transformar o ambiente hospitalar em algo leve, então é importante que a comunidade abrace esse novo espaço e olhe para ele como um lugar de acolhimento, integração e convivência”.

    Melhorias

    Este ano, a maternidade também inaugurou a primeira sala de acolhimento e boas práticas para as gestantes do Estado, uma novidade entre as sete maternidades da capital. O espaço é reservado às mulheres que chegam na maternidade sem que  ainda tenham entrado em trabalho de parto.

    A unidade já passou por pintura em 80% da área interna, reformou duas enfermarias, o auditório e o albergue, otimizou a sala de classificação de risco; readequou os setores, aproveitando lugares ociosos; readequou o sistema de gestão; e instalou o sistema de segurança monitorada.   

    Outra mudança ocorrida na maternidade foi a implantação da vestimenta para as pacientes. “Hoje, todas as nossas mães do Alcon (enfermaria) usam uma bata, para que não fiquem com roupas inadequadas para o atendimento médico e as visitas diárias. Temos pensado em tudo”, diz a diretora.

    Atendimentos

    A Maternidade Azilda da Silva Marreiro, localizada no bairro Galileia, tem a maior demanda de moradores da zona Norte, realizando em média 360 partos por mês e fazendo cerca de 70 atendimentos por dia.

    *Com informações de assessoria

    Leia Mais

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Fornecimento de água em alguns bairros de Manaus será interrompido

    Cresce a busca por passagens para Parintins e já há voos esgotados


    Comentários