Fonte: OpenWeather

    Serviço Público


    Saúde do Interior ganha reforço com inauguração de Unidade Fluvial

    Atendimento itinerante inicia por Parintins, nesta segunda-feira (20)

    O governador reforçou o compromisso com o desenvolvimento do interior do Estado, mesmo com o contingenciamento de recursos por parte do Governo Federal
    O governador reforçou o compromisso com o desenvolvimento do interior do Estado, mesmo com o contingenciamento de recursos por parte do Governo Federal | Foto: Diego Peres/ Secom

    Uma Unidade Básica Fluvial de Fiscalização e de Pesquisa (UBFF/UBFFP II), do Instituto de Pesos e Medidas do Amazonas (Ipem-AM) foi inaugurada na tarde desta sexta-feira (17).  A nova embarcação, junto a outra unidade fluvial do Ipem que recebeu reparos e melhorias na estrutura, vai dar suporte aos atendimentos que serão realizados no interior do Estado, iniciando por Parintins. O município, que fica a 369 quilômetros de Manaus, já começa a receber a assistência na segunda-feira (20). A solenidade de inauguração foi no Juruá Estaleiros e Navegação, no km 1 do Distrito do Cacau Pirêra, no Iranduba e contou com a presença do Governador Wilson Lima.

    O governador reforçou o compromisso com o desenvolvimento do interior do Estado, mesmo com o contingenciamento de recursos por parte do Governo Federal. “Dada a essa dificuldade de recursos financeiros por parte do Governo Federal, essas unidades não estariam funcionando. Quando o diretor-presidente do Ipem me procurou, preocupado com essa situação, eu não tive dúvidas de que a gente poderia utilizar essas embarcações para colocar serviços do Estado e levar para atender o interior”, disse Wilson Lima.

    Ele também frisou que este é o início de uma série de atendimentos que serão realizados no interior do Estado, utilizando as embarcações como suporte para levar serviços aos municípios mais distantes. “Vamos começar por Parintins, Nhamundá, Barreirinha e Boa Vista do Ramos. A cada dois meses vamos mudar a Sede do Governo levando essas embarcações e levando nosso secretariado para ouvir a população e levar serviços simples, como a emissão de documentos, atendimentos de saúde e também em outras áreas em que o governo deveria estar prestando serviços e que não prestava”, enfatizou.

    Embarcação levará ao interior serviços basicos aos moradores das regiões.
    Embarcação levará ao interior serviços basicos aos moradores das regiões. | Foto: Diego Peres/ Secom

    Serviços

    Entre os serviços que serão prestados de forma itinerante, nas embarcações, estão os de metrologia e conformidade, oferecidos pelo Ipem-AM, bem como todos aqueles relacionados à defesa do consumidor, pelo Procon-AM, e ao processo de licenciamento de veículo e habilitação, incluindo atendimento médico-psicológico pelo Detran-AM. A Sejusc vai oferecer emissão de RG emissão de RG (1ª e 2ª vias); 2ª via de registro civil; reprografia; fotografia e plastificação. E na área da saúde, a Susam vai realizar cirurgias de catarata, consultas oftalmológicas e exames de ultrassonografia.

    “Isso significa levar dignidade para o nosso povo. Tudo ficou muito concentrado na capital e é preciso que o homem do interior também tenha essa atenção. É prioridade nossa que os serviços do Estado estejam em todo o Amazonas. A nossa logística aqui é muito complicada porque nossas distâncias são muito grandes. Eu sou alguém que veio do interior e sei o quanto se sofre. O nosso povo precisa de oportunidades e é isso que o Governo do Estado está fazendo”, afirmou o governador Wilson Lima.

    Também participaram da inauguração os titulares do Ipem, Márcio André Brito; Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM), Rodrigo de Sá; Programa de Proteção e Orientação do Consumidor (Procon-AM), Jalil Fraxe; Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc); além do secretário Executivo Adjunto de Atenção Especializada do Interior, da Secretaria de Estado de Saúde (Susam), Cássio Roberto do Espírito Santo.

    Unidades fluviais 

    De acordo com o diretor-presidente do Ipem, engenheiro Márcio André Brito, as unidades fluviais são capacitadas para assegurar ao cidadão amazonense a exatidão das medições, no campo da Metrologia Legal, bem como na área da Avaliação da Conformidade, no acompanhamento dos produtos certificados (compulsoriamente) e regulamentados (produtos têxteis e de baixa tensão), disponíveis no mercado de consumo, garantindo a credibilidade em relação à economia, saúde, segurança e meio ambiente.

    “Uma das maiores dificuldades de fazer as fiscalizações no interior é a ausência de laboratórios, para fazer a perícia dos produtos embalados na ausência do consumidor. Nessa unidade fluvial, nós temos todos os equipamentos e instrumentos, de forma que nós podemos garantir ao povo do interior uma concorrência justa, que a informação declarada na embalagem corresponde ao peso real”, disse Márcio André.

    Segundo ele, o Ipem também vai fiscalizar a distribuição de combustíveis e certificar produtores rurais. “Vamos fiscalizar os pontões distribuídos nas calhas dos rios e fazer a certificação de produtores que fabricam produtos de qualidade. É muito caro mandar a certificação, porque os laboratórios credenciados pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial) ficam no sul e sudeste. Com essa embarcação, os laboratórios estarão na porta dos municípios prestando esse serviço, agregando valor ao produto e deixando muito mais competitivo”, assegurou o diretor-presidente.

    A UBFFP II também viabilizará apoio técnico aos pequenos produtores do interior do estado, certificando produtos regionais, com o Programa “Selo Amazônico”, contribuindo para o aumento da competitividade e assim agregando valor no mercado nacional e internacional (exportação).

    *Com informações da assessoria

    Leia Mais

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Fornecimento de água em alguns bairros de Manaus será interrompido

    Cresce a busca por passagens para Parintins e já há voos esgotados

    Comentários