Fonte: OpenWeather

    Qualificação


    Internos do Compaj e CDPM recebem curso de qualificação em pintura

    Ao todo, 21 internos das unidades prisionais participaram dos cursos promovidos pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária

    Os internos do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) e do Centro de Detenção Provisório de Manaus (CDPM) participaram de curso de qualificação
    Os internos do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) e do Centro de Detenção Provisório de Manaus (CDPM) participaram de curso de qualificação | Foto: Divulgação/Seap

    Manaus - Os internos do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) e do Centro de Detenção Provisório de Manaus (CDPM), localizados no Km 8 da BR-174 (Manaus-Boa Vista), participaram, na última semana, do curso de pintura predial, ministrado por um profissional técnico especializado na área. A realização do curso foi feita por meio da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), em conjunto com a empresa cogestora, Umanizzare Gestão Prisional.

    Ao todo, o curso tem a carga horária de 160 horas, distribuídos em três horas cada aula, contendo a parte teórica e prática. Para a participação da atividade de formação profissional, é feita uma seleção prévia, avaliando o comportamento dos candidatos, sendo que a boa conduta é um dos requisitos para a participação do projeto de qualificação.

    Nessa fase, participaram 15 internos do CDPM e seis do Compaj. Na conclusão das atividades, os reeducandos poderão pôr em prática tudo o que foi treinado na restauração das unidades. 

    Remição 

    Os internos que passarem pelos cursos poderão exercer o ofício dentro das unidades prisionais por meio do projeto “Trabalhando a Liberdade”, que prevê a remição de pena pelo trabalho não remunerado”, conforme a Lei de Execução Penal (LEP), utilizando da mão de obra dos reeducandos sentenciados para a reforma e manutenção da unidade. 

    Com a atividade laboral ou do estudo, o preso resgata parte da condenação que lhe foi imposta, diminuindo seu tempo de duração. Para cada três dias trabalhados, o preso tem direito à redução de um dia na pena.

    *Com informações da assessoria

    Leia Mais

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Internos da UPP participam de palestra sobre saúde bucal

    Presos do Compaj se preparam para o Enem 2019




    Comentários