Fonte: OpenWeather

    DÉBITO


    Permissionários relatam corte de energia na Feira de Iranduba

    Fornecimento foi cortado há mais de seis dias, segundo os feirantes. Amazonas Energia informou que a prefeitura de Iranduba tem uma dívida de mais de R$ 8 milhões com a concessionária

    Feirantes reclamam que, por conta da falta de energia, o movimento caiu drasticamente | Foto: Divulgação

    Manaus - A Feira do Produtor João Cândido de Medeiros, localizada na avenida Amazonas, no município de Iranduba, a 27 quilômetros da capital, está com o seu fornecimento de energia cortado pela Amazonas Energia desde o dia 15 de maio. A situação foi denunciada por permissionários do local, que ainda ressaltam que a prefeitura de Iranduba está sendo negligente com a Feira.

    De acordo com a feirante Margareth Sena, os permissionários foram surpreendidos com o corte por parte da Amazonas Energia. Segundo ela, a concessionária chegou a enviar notificação para a prefeitura de Iranduba com uma proposta de acordo de pagamento das dívidas. 

    "A prefeitura tá com um débito de R$ 500 mil, e aí a Eletrobras (sic) enviou essa proposta de o prefeito pagar R$ 20 mil por mês, pra quitar a dívida. Só que nem isso o prefeito quis. A gente foi lá na prefeitura pra tentar falar com ele, mas ele não atende ninguém, não quer saber de nada e não aceitou o acordo", diz Margareth.

    A dívida total da Prefeitura de Iranduba com a Amazonas Energia, de acordo com a concessionária, está no valor de R$ 8,7 milhões, e a Feira João Cândido não foi o único prédio público a ser afetado. "O fornecimento de energia não foi suspenso em estabelecimentos que prestam serviços essenciais a população de Iranduba, como por exemplo hospital, escolas, delegacia, entre outros", diz o posicionamento da Eletrobras. 

    Descaso

    A feirante ainda conta que a prefeitura se desvinculou totalmente da administração da feira, mesmo com o centro de compras sendo subordinado ao município. Ela afirma que até mesmo os funcionários são pagos pelos permissionários do local. "A gente até resolveu separar uma taxa pra pagar os funcionários, porque a prefeitura abandonou", salienta.

    Prefeitura de Iranduba deve mais de R$ 8 milhões para a Eletrobras
    Prefeitura de Iranduba deve mais de R$ 8 milhões para a Eletrobras | Foto: Divulgação

    A feirante Regina da Silva relata que alguns permissionários chegaram a adquirir um motor de energia para poder manter a energia elétrica na feira. "Tem gente que tá puxando o fio pros seus boxes direto do poste, e tem gente que tá usando o motor de energia elétrica. Só que já tem tanto gato na energia que a gente já tá até com medo de acontecer uma tragédia", afirma.

    Segundo ela, o movimento sofreu uma grande queda, porque os consumidores não entram mais na feira para comprar nada, e credita isso à falta de responsabilidade do prefeito em cuidar da feira. "A gente sabe que é por medo que eles não entram. Eles têm medo de comprar alguma verdura, algum peixe, alguma carne estragada e acabam não comprando. O prefeito se esconde, não quer saber de vir aqui, não quer ter responsabilidade. Enquanto isso, nós ficamos aqui, abandonados", completa.

    Posicionamento

    A Amazonas Energia informou, em nota, que a notificação prévia foi feita com base em resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica, e que foi concedido um prazo de cinco dias úteis para a negociação do débito ou a realização do pagamento. "Na manhã desta terça-feira (21), o representante do Município esteve na Amazonas Energia  para verificar as formas de negociações e informar ao Prefeito Municipal sobre as condições informadas pela Distribuidora", diz a nota.

    A reportagem entrou em contato com o prefeito de Iranduba, Francisco "Chico Doido" Gomes (DEM), que informou que estava em uma reunião e que não poderia atender a ligação no momento. Horas depois, no entanto, as ligações não foram completadas.

    Leia mais

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Vídeo: governo do AM anuncia recuperação de vias no interior do estado

    Polícia Civil deflagra operação para investigar crimes em Iranduba


    Comentários