Fonte: OpenWeather

    Saúde


    Governo zera fila de ultrassonografia em Parintins

    Foram 558 atendimentos, como cirurgias de catarata, exames de ultrassonografia, consultas oftalmológicas, que aconteceram no hospital Jofre Cohen e na unidade fluvial do programa 'Amazonas Presente'

    As ações integram o programa "Amazonas Presente", do Governo do Amazonas, que levou esta semana a Parintins, Barreirinha, Boa Vista do Ramos e Nhamundá, um conjunto de serviços para a população.
    As ações integram o programa "Amazonas Presente", do Governo do Amazonas, que levou esta semana a Parintins, Barreirinha, Boa Vista do Ramos e Nhamundá, um conjunto de serviços para a população. | Foto: Divulgação

    Parintins - A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) realizou, entre segunda-feira (20) e a manhã desta quinta-feira (23), em Parintins, mais de 558 atendimentos, entre cirurgias de catarata, consultas oftalmológicas e exames de ultrassonografia. As ações integram o programa "Amazonas Presente", do Governo do Amazonas, que levou esta semana a Parintins, Barreirinha, Boa Vista do Ramos e Nhamundá, um conjunto de serviços para a população. 

    De acordo com a Susam, 212 exames de ultrassom previstos foram realizados em Parintins até a manhã desta quinta-feira (23). “Estamos zerando a fila para este procedimento no município”, disse o secretário Executivo Adjunto de Atenção Especializada do Interior, Cássio Roberto do Espírito Santo.

    Ainda segundo o secretário, a meta é realizar 150 cirurgias de catarata e 350 atendimentos de oftalmologia, entre exames oftalmológicos e o pré-operatório de catarata. A média é de 60 consultas oftalmológicas por dia.  As cirurgias acontecem no Hospital Regional Jofre Cohen e as consultas e exames na Unidade Básica Fluvial de Fiscalização e de Pesquisa (UBFF).

    Na manhã desta quinta-feira (23), o governador Wilson Lima visitou a unidade fluvial e o hospital, para acompanhar o mutirão de cirurgias de catarata. "Eu saio daqui muito renovado e feliz tendo a oportunidade enquanto governador de fazer a diferença na vida das pessoas. Gente que estava com a visão praticamente perdida e já sai daqui enxergando, num procedimento que é rápido, pessoas que estão vindo de comunidades e municípios próximos”, destacou.

    O governador destacou, ainda, que mesmo quem não tinha procedimento marcado, passou por serviço de triagem no barco e já realizou a cirurgia no hospital. “Então fico muito feliz e certo de que, com o Amazonas Presente, estaremos em todos os municípios do nosso Estado", declarou Wilson Lima.

    Reestruturação da saúde – O governador falou do trabalho mais amplo que está sendo preparado pelo Governo do Estado. "Nós estamos pensando de forma macro, o que nós estamos começando a fazer é uma reestruturação do sistema de saúde no interior do Estado. Nós já fizemos um termo de cooperação com o Estado do Acre e estamos caminhando para fazer também com o Estado do Pará, além de garantir que a rede de Parintins seja ampliada, uma vez que é cidade-polo, isso acaba aumentando a demanda significativamente e a estrutura não comporta isso", afirmou.

    Entre as beneficiadas com o mutirão estava dona Dormecila Fonseca de Souza. "Minha vista esta embaçada, fiz um exame e desde setembro espero por essa cirurgia. Eu viajei para Manaus em abril, procurei fazer por lá, mas o SUS muito lento, disseram que eu tinha que esperar de dois a três meses. Ontem minha irmã falou que estava tendo esse mutirão. Eu vim e graças a Deus eu fiz a minha triagem. Eu agradeço a Deus, isso veio numa boa hora, eu estava precisando e preocupada, minha visão estava muito precária. Sou agente de saúde e estava tendo problema no trabalho", ressaltou.

    O médico oftalmologista Henrique Nossa destaca a importância desse tipo de mutirão. "A cirurgia de catara acontece no mundo todo em grande quantidade, porque a catarata não é doença, é algo que vem com o envelhecimento. Todos nós um dia, depois dos 55 anos, iremos desenvolver a catarata. Um procedimento que dura de sete a 10 minutos. A catarata é um problema de saúde pública em todo o Brasil. Existem mutirões espalhados em todo o Brasil para tentar minimizar esse problema", explicou o médico.

    Agenda - A partir de sexta-feira (24) a embarcação vai para os municípios de Nhamundá (24 e 25), Barreirinha (26 e 27) e Boa Vista do Ramos (28 e 29) para continuação dos atendimentos médicos e outros serviços ofertados pelo Governo. 

    Nesta sexta, o governador Wilson Lima visita o Hospital Coronel Pedro Macedo em Nhamundá. A unidade é de gestão plena e recebe recursos do Fundo Nacional de Saúde.  A Susam co-financia recursos para manutenção do hospital e despesas como energia elétrica, gás, pagamentos de pessoal, além de enviar medicamentos e insumos via Central de Medicamentos do Amazonas (Cema). A gestão do hospital é de responsabilidade da prefeitura do município que contrata profissionais de saúde e indica o diretor da unidade

    Outros serviços - A UBFF está equipada com consultórios para atendimento em oftalmologia e realização de exames de ultrassom. A embarcação pertence ao Instituto de Pesos e Medidas do Amazonas (IPEM-AM), que também levará a Parintins serviços prestados de forma itinerante, como os de metrologia e conformidade. A população também receberá serviços prestados por outras secretarias, como atendimentos relacionados à defesa do consumidor, ofertados pelo Procon-AM, processo de licenciamento de veículo e habilitação, incluindo atendimento médico-psicológico pelo Detran-AM e a Sejusc vai oferecer emissão de RG (1ª e 2ª vias); 2ª via de registro civil; reprografia; fotografia e plastificação.

    *Com informações da assessoria

    Leia Mais

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Governo distribui medicação de alto custo para esclerose múltipla

    Seped realiza inscrição para circuito motor, em Manaus


    Comentários