Fonte: OpenWeather

    Manifestação


    Vídeo: milhares de pessoas participam de ato pró-Bolsonaro em Manaus

    Com um caminhão de som, os manifestantes ocupam a avenida Coronel Teixeira no sentido bairro-Centro

    Os simpatizantes de Bolsonaro em Manaus foram vestidos com blusas em verde e amarelo | Foto: Lucas Vitor Sena

    Manaus - Sob um sol forte, mais de duas mil pessoas se concentraram no Complexo Turístico da Ponta Negra, na Zona Oeste de Manaus, para um protesto em defesa do presidente Jair Bolsonaro (PSL). O protesto, que aconteceu na tarde deste domingo (26), foi organizado por diversos movimentos, como o Direita Amazonas e o Movimento Brasil Conservador.

    Com um caminhão de som, os manifestantes ocupam a avenida Coronel Teixeira no sentido bairro-Centro. Eles carregam bandeiras do Brasil e cartazes com palavras de ordem a favor do presidente e contra os deputados federais que compõem o chamado Centrão na Câmara dos Deputados. Presentes ao protesto, ainda estavam os deputados federais Pablo Oliva (PSL) e Capitão Alberto Neto (PRB), que compõem a base de apoio ao governo na Câmara dos Deputados, além do vereador Roberto Sabino (PHS). 

    Os manauaras cantaram o hino nacional e esticaram faixas na via principal do Complexo Turístico. Além dos manifestantes, caminhoneiros ainda deram apoio à manifestação, e saíram em carreata pela capital a partir do complexo turístico.

    Veja a movimentação dos manifestantes na Ponta Negra | Autor: Lucas Vitor Sena
     

    De acordo com o deputado Pablo Oliva, o Congresso Nacional deverá ficar mais atento às reivindicações do povo após as manifestações deste domingo. "De minha parte, eu continuarei em Brasília apoiando o presidente Bolsonaro e as pautas que o povo pede. E os deputados do Amazonas que fazem parte do Centrão, que fiquem de olho, porque o povo está dando o seu recado aqui na rua", afirmou.

    Matizes

    Entretanto, a manifestação não ficou restrita apenas aos apoiadores do presidente. Na Ponta Negra, um grupo de pelo menos dez monarquistas carregava a bandeira do Brasil Império (1822-1889), além de cartazes com as frases "República é coisa de corno" e "Tá vendo a m* aí do inferno, Deodoro da Fonseca?".

    Um dos integrantes do grupo, o farmacêutico Vinícius Braceloti, de 26 anos, afirma que o período do Brasil Império foi o de maior estabilidade para o país. "A monarquia para o Brasil seria o ideal e o natural, porque o Brasil nasceu monarquia e só se transformou em república por meio de um golpe de Estado. O DNA do Brasil é a monarquia", salienta. 

    Monarquistas levavam a bandeira do Brasil Império e palavras de ordem contra o marechal Deodoro da Fonseca, primeiro presidente da República
    Monarquistas levavam a bandeira do Brasil Império e palavras de ordem contra o marechal Deodoro da Fonseca, primeiro presidente da República | Foto: Lucas Vítor Sena/EM TEMPO

    Braceloti ainda diz que, no período imperial, o Brasil mantinha um Parlamento muito mais sólido e orgânico do que hoje. "Rui Barbosa disse uma vez que na época da Monarquia, o Congresso Nacional era uma escola de estadistas, e o que se vê hoje é um grande balcão de negócios. Nós estamos contra o conluio e a venda de votos que os deputados fazem, nada mais justo do que trazer a monarquia para a manifestação", afirma.

    Manifestações pelo Brasil

    Rio de Janeiro: Em Copacabana, os cartazes pediam "CPI Lava Toga", aprovação do pacote anticrime de Sérgio Moro e "intervenção militar agora". A multidão na orla de Copacabana, ao redor do Posto 5, também carrega faixas e cartazes pedindo o impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes. Um boneco do presidente da Câmara o relaciona a casos de corrupção, e cartazes afirmam que "nem brasileiro ele é".

    Um manifestante leva uma maleta com os dizeres "articulação política do Centrão"
    Um manifestante leva uma maleta com os dizeres "articulação política do Centrão" | Foto: Lucas Vítor Sena/EM TEMPO

    Salvador: Com sol forte e calor, muitos baianos trocaram a praia para se manifestar em favor do governo Bolsonaro 

    Brasília: Manifestantes na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, pediam para que os parlamentares deixem o "mito", em referência ao presidente Jair Bolsonaro, trabalhar. Um dos pontos altos da manifestação na capital federal foi o boneco do Superman com a cara o juiz Sérgio Moro, que ganhou o nome de "Super Moro".

    Leia mais

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Manifestações pró-Bolsonaro são realizadas em todo País neste domingo

    Comentários