Fonte: OpenWeather

    Corecon-AM


    Prefeito Arthur Neto discursa na abertura do 11º Enan

    Para o prefeito, a valorização do polo industrial é o caminho para que a região possa se inserir de verdade na Revolução Industrial 4.0

    Em seu discurso, Arthur também destacou que o equilíbrio fiscal da Prefeitura de Manaus elevou o rating da capital amazonense à categoria AAA | Foto: Divulgação

    Manaus - O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, participou da abertura do 11º Encontro das Entidades de Economistas da Amazônia Legal (Enan), na noite desta quarta-feira (29) no auditório Senador João Bosco Ramos de Lima, na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), Zona Centro-Sul.

    “A Revolução Industrial 4.0 e seus reflexos nas economias da Amazônia” foi o tema desta edição. A realização do encontro foi organizada pelo Conselho Regional de Economia (Corecon-AM) e reuniu representantes de toda a região Norte. 

    Acompanhado da presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, o prefeito cobrou mais atenção ao Polo Industrial de Manaus e enfatizou que o Brasil precisa entender a importância econômica e ambiental da Amazônia para o país e o mundo. 

    Para o prefeito, a valorização do polo industrial é o caminho para que a região possa se inserir de verdade na Revolução Industrial 4.0. 

    “Nós perdemos a primeira e a segunda Revolução Industrial e perdemos parte da terceira. Agora estamos atrasados para entrarmos na revolução 4.0, o que significa um crime para com nossos netos. Precisamos nos alçar à categoria de pessoas capazes de entregar às novas gerações um futuro melhor. Precisamos introduzir no polo industrial a tecnologia 4.0 e fazermos disso um orgulho brasileiro. É preciso entender a importância da zona franca para a Amazônia brasileira e para o mundo”, declarou o prefeito. 

    Em seu discurso, Arthur também destacou que o equilíbrio fiscal da Prefeitura de Manaus elevou o rating da capital amazonense à categoria AAA, o que significa a nota mais alta na classificação de risco de crédito. Ele também ressaltou que a Previdência municipal conseguiu a certificação do Programa de Certificação Institucional e Modernização da Gestão dos Regimes Próprios de Previdência Social da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios (Pró-Gestão RPPS) - Nível 3.  

    “Lutamos por seis anos por esse reconhecimento tanto no equilíbrio fiscal quanto na Previdência municipal e a nossa meta agora é entregar uma prefeitura com dívida zero ao final do meu mandato. Esse é nosso compromisso com Manaus e com o povo que eu governo”, observou Arthur. 

    O presidente do Corecon-AM, Francisco de Assis Mourão, elogiou a presença do prefeito e disse que sua participação enriquece a abertura de um evento importante que discute o futuro do Estado e do país com a Revolução Industrial 4.0. 

    “O prefeito abordou muito bem a necessidade de entrarmos na Indústria 4.0 e seus reflexos sobre a economia da Amazônia, defendendo o crescimento e a defesa do modelo Zona Franca de Manaus, buscando aproveitar essa revolução, qualificando mão de obra e gerando novas oportunidades. Foi uma abertura positiva, que engrandeceu o evento e nos ajuda a refletir sobre o assunto”, avaliou o presidente do Corecon-AM.

    *Com informações da assessoria.

    Leia Mais

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    35% dos CPFs inadimplentes são reincidentes em Manaus

    Prefeitura oferta 78 vagas de emprego nesta quinta-feira (30)

    Comentários