Fonte: OpenWeather

    Interior do AM


    Mais de 7 mil pessoas deixaram Manaus rumo à Festa do Cupuaçu

    Estimativa é que 700 veículos saíram de Manaus durante o evento, em Presidente Figueiredo

    Fiscalização da Arsam
    Fiscalização da Arsam | Foto: Divulgação/Arsam

    Manaus- A Agência Reguladora de Serviços Públicos Concedidos do Amazonas (Arsam) reforçou, durante o último fim de semana, a fiscalização dos transportes rodoviários intermunicipais coletivos de passageiros em pontos estratégicos nas rodovias do estado, devido à 29° edição da Festa do Cupuaçu, realizada no município de Presidente Figueiredo. A Arsam é responsável pela regulamentação e fiscalização dos serviços prestados por empresas e concessionárias que operam no sistema de transporte rodoviário na Região Metropolitana de Manaus.

    De acordo com o departamento de fiscalização, mais de 700 veículos saíram da capital com destino a outros municípios, mais especificamente a Presidente Figueiredo . No total, 7 mil passageiros foram transportados e nenhuma irregularidade grave foi constatada. As ações foram realizadas no Terminal Rodoviário Engenheiro Huscar Angelim, Ponte Jornalista Phelippe Daou (Ponte Rio Negro), Avenida das Flores e na barreira (entroncamento das rodovias BR-174 e AM-010).

    Transporte clandestino

     Além da fiscalização do transporte regular, a Arsam também realiza reforço nas abordagens por meio de operações volantes, para combater o transporte clandestino nas principais rodovias intermunicipais.

    A utilização do transporte irregular traz riscos para os passageiros, já que os veículos não passam por vistorias exigidas pela agência para atuar no segmento, além de não haver a garantia de que o motorista está devidamente habilitado para a prestação do serviço. Quando o transportador irregular é flagrado, o veículo é obrigado a voltar para o seu ponto de partida.

    Cadastro

    Para evitar esse tipo de situação, a Arsam deve efetivar o cadastro de veículos que realizam o transporte de passageiros na modalidade de fretamento. Aos interessados em fazer a regulamentação desse tipo de serviço, é solicitada a documentação prevista no Art. 2º da Resolução nº 003/2012, como Laudo de Inspeção Técnica (LIT), Apólice de Seguro,  Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) e Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do proprietário do veículo.

    O cadastramento das frotas é efetivado pela Arsam após a análise e aprovação da documentação. Após o cumprimento do checklist e certificado de vistoria, receberão a autorização para trafegar, o que garantirá aos passageiros a utilização dos transportes fiscalizados de forma segura.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Ateliê Café Total reúne gastronomia e arte em Manaus

    Manaus ganha cafeteria inspirada na cultura oriental

    Comentários