Fonte: OpenWeather

    Escola fechada


    Reforma em escola deixa alunos sem aulas há 3 meses no Alvorada

    Pais alegam que a escola entrou em reforma no início de fevereiro, porém até agora as obras não foram finalizadas, prejudicando os filhos

    A escola fica localizada na Alvorada | Foto: Leonardo Mota

    Manaus - Estudantes da Escola Municipal Imaculada Conceição, localizada na rua A-10, bairro Alvorada, Zona Oeste de Manaus, estão há mais de 3 meses sem estudar. Segundo os pais, a unidade de ensino entrou em reforma no início de fevereiro, porém até agora não foi finalizada, prejudicando os estudantes do Ensino Fundamental e de Educação Especial.

    A mãe de duas alunas, de 8 e 10 anos, procurou o Portal Em Tempo e relatou que os pais foram informados que não deveriam se preocupar em retirar os filhos da unidade escolar pois a reforma não passaria de dois meses.

    “As aulas começaram em fevereiro e nesse mesmo mês foram encerradas. Fomos pegos de surpresa, estávamos levando nossos filhos quando a diretora chamou todos os responsáveis para uma reunião e informou que a escola entraria em reforma”, contou a mulher, que pediu para não ter o nome divulgado.

    Segundo a responsável, a unidade de ensino já havia enfrentando problemas com o telhado, pinturas, infraestrutura e rede elétrica. “Há muitos anos que a situação da escola é precária. Chove mais dentro da escola do que fora. Disseram que iam reformar o teto, aplicar o forro e instalar tomadas elétricas”, afirmou.

    A unidade de ensino enfrenta problemas com o telhado, pinturas, infraestrutura e rede elétrica.
    A unidade de ensino enfrenta problemas com o telhado, pinturas, infraestrutura e rede elétrica. | Foto: Leonardo Mota

    A mãe, ainda, conta que matriculou as duas filhas em uma aula de reforço particular para não prejudicar o andamento dos estudos das meninas. “Com tanto tempo de espera sem nenhum retorno, matriculei minhas filhas em um reforço. Estou preocupada pois a minha filha mais velha pretende entrar para o Colégio Militar e a prova é nesta próxima semana”, relatou.

    Conforme o relato, alguns pais tentaram transferir seus filhos para outras unidades de ensino, porém não conseguiram, pois, as escolas não aceitam alunos que não possuem notas dos dois primeiros bimestres.

    Pais estão preocupados com o ano letivo da escola
    Pais estão preocupados com o ano letivo da escola | Foto: Leonardo Mota

    Semed

    Portal Em Tempo procurou a Secretaria Municipal de Educação (Semed) para saber a respeito da reforma. Em nota, a secretaria informou que a previsão é que as aulas retornem no início de julho.

    Conforme a Semed, os 400 alunos das turmas de 1º ao 5º e da Educação Especial não serão prejudicados e que a unidade de ensino entrará em calendário especial.

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Estudante é baleada dentro de escola em Manaus

    Moradores do Tancredo Neves reclamam da falta de infraestrutura

    Comentários