Fonte: OpenWeather

    Ação


    Moradoras de ruas recebem atendimento social e jurídico, em Manaus

    A ação foi realizada pelo Fundo Manaus Solidária, presidido pela primeria-dama Elisabeth Valeiko

    A ação foi realizada nesta quinta-feira (13) | Foto: Izaías Godinho

    Manaus - Mais de 100 mulheres foram atendidas, nesta quarta-feira (13), durante a segunda edição do “Mulheres em Situação de Rua”. A ação, realizada na Minivila Olímpica Expedito Theodoro, no Santo Antônio, Zona Oeste, é promovida pelo Fundo Manaus Solidária e teve como objetivo oferecer serviços que, normalmente, as pessoas em situação de rua estão privadas.

    A presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, disse que todas as pessoas que vivem nas ruas da capital amazonense possuem uma história, precisam de ajuda e não merecem ser julgadas. "Estamos levando dignidade para essas mulheres", frisou Elisabeth.

    As mulheres receberam orientação jurídica e psicossocial, além de terem acesso a corte de cabelo, embelezamento, banho, alimentação e distribuição de kits de higiene pessoal e roupas. Também foram ofertadas atividades recreativas, como aulão de ritmos, e os filhos delas participaram de atividades esportivas e recreação infantil.

    Presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama Elisabeth Valeiko
    Presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama Elisabeth Valeiko | Foto: Izaías Godinho

    Também houve a emissão do documento de identidade, certidão de nascimento, além do encaminhamento para o recebimento do 'Bolsa Família'. A vice-presidente da Manaus Sólidaria, Mônica Santaella, disse que anualmente são realizadas as ações de cidadania que beneficiam as pessoas que vivem nas ruas.

    A vice-presidente também afirmou que no mês de agosto será realizada a edição dos homens. "As edições acabam sendo sempre mistas. Pois as mulheres trazem os seus maridos e vice-versa. A intenção da Prefeitura é fazer com que essas pessoas sejam reinseridas em suas famílias, no mercado de trabalho e na sociedade" frisou Mônica.

    A secretária municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), Conceição Sampaio, salientou que as ações voltadas para as pessoas de rua são um trabalho conjunto entre as secretarias.

    Vice-presidente da Manaus Sólidaria, Mônica Santaella
    Vice-presidente da Manaus Sólidaria, Mônica Santaella | Foto: Izaías Godinho

    "Muitas pessoas que estão na rua foram em função da dependência química. Conhecemos histórias onde a mãe foi atrás do filho e ficou por lá mesmo. A ação de hoje visa tirar da invisibilidade essas pessoas e dar a elas oportunidades", concluiu Conceição.

    Sobre a ação

    A ação de cidadania e saúde é promovida pelo Fundo Manaus Solidária e tem como objetivo a oferta de serviços que, normalmente, as pessoas em situação de rua estão privadas.

    O evento tem como parceiros as secretarias municipais da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), de Saúde (Semsa), de Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi) e, por parte da sociedade civil, a Comunidade Nova Aliança e grupo Amigos Solidários.

    Também são apoiadores dessa atividade, a Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), a secretaria Municipal de Limpeza e Serviços Públicos (Semulsp), a Casa Militar de Manaus e o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans).

    Leia mais: 

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!:

    Em Manaus, pais lutam por tratamento de filho com paralisia cerebral

    Comprou com nota fiscal? Veja se foi sorteado na campanha do AM

    Comentários