Fonte: OpenWeather

    Saúde pública


    Escola de Saúde Pública de Manaus completa um ano de atividades

    Os alunos aprendem na prática e são protagonistas no processo de especialização

    O programa é inspirado no “Mais Médicos” do governo federal, o modelo tem como eixo a educação permanente em saúde
    O programa é inspirado no “Mais Médicos” do governo federal, o modelo tem como eixo a educação permanente em saúde | Foto: Suzana Martins/Em Tempo

    Manaus - Com duas turmas em andamento e cerca de 116 alunos que recebem bolsa de estudos, que variam de R$ 900 a R$ 8,1 mil por meio do Programa Mais Saúde Manaus (Promais), a Escola de Saúde Pública da Prefeitura de Manaus (Esap) completa um ano de existência.

    Na tarde desta quinta-feira (11), uma solenidade em comemoração à instituição aconteceu no auditório Isabel Victoria de Mattos Pereira do Carmo Ribeiro, na sede da Prefeitura de Manaus, no bairro Compensa, Zona Oeste. 

    Inaugurada em julho de 2018, a curso oferecido pelo polo é a especialização em Saúde Pública e Programa de Residência Médica em Medicina Família e Comunidade. 

    De acordo com o prefeito Arthur Virgílio Neto, a escola tem foco na atenção primária da saúde. “A criação da escola é uma ideia tão boa que o Ministério da Saúde está planejando expandir para o Brasil e a população de Manaus merece ter uma saúde qualidade melhor. Encontramos a fórmula que é a Esap, mas tudo é um jogo de paciência porque sabemos que um dia a colheita vem e eu creio nesse projeto”, explanou. 

    O programa é inspirado no “Mais Médicos” do governo federal, o modelo tem como eixo a educação permanente em saúde. Os especialistas aprendem na prática e são protagonistas no processo de aprendizado. 

    Muito emocionada a diretora executiva da Esap e enfermeira, Kássia Janara destacou a importância da formação para os profissionais da saúde. “Passamos por muitas coisas até a chegada desse dia. Vale lembrar que temos como exemplo o Programa Mais Médicos, que trouxe a oportunidade do financiamento do SUS, como as bolsas. Estamos formando profissionais capacitados e ousados, que vão trabalhar o SUS mais qualificados”, destacou. 

    A Esap está credenciada na Rede Brasileira de Escolas de Saúde Pública, a RedEscola/FIOCRUZ-RJ, e este ano passou a integrar o Projeto Nacional “RedEscola e nova formação em Saúde Pública” que ofertará o Curso de Especialização em Saúde Pública com ênfase na interprofissionalidade.

    Leia Mais 

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Alunos de escola pública em Manaus transformam lixo em arte

    Municípios do Amazonas vão fazer parte de estudo da Fiocruz

    Comentários