Fonte: OpenWeather

    Trânsito


    Cresce o número de motoristas flagrados dirigindo alcoolizados no AM

    Nos seis primeiros meses de 2019, 16 condutores tiveram suas Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) suspensas após serem flagrados dirigindo sob efeito de álcool

    O total de motoristas flagrados representa 11,1% do total de 10.782 testes de alcoolemia | Foto: Mateus Nogueira e Divulgação/Detran-AM

    O total de motoristas flagrados  representa 11,1% do total de 10.782 testes de alcoolemia
    O total de motoristas flagrados representa 11,1% do total de 10.782 testes de alcoolemia | Foto: Mateus Nogueira e Divulgação/Detran-AM

    Manaus- Entre os meses de janeiro e junho de 2019, o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) flagrou 1.199 motoristas dirigindo sob efeito de álcool no Amazonas. O quantitativo representa um aumento de 177% em relação ao mesmo período do ano passado quando foram registradas 433 ocorrências do tipo. O total de motoristas flagrados dirigindo alcoolizados no primeiro semestre representa 11,1% do total de 10.782 testes de alcoolemia, popularmente conhecido como bafômetro, realizados no período.

    No primeiro semestre de 2019, o Detran-AM realizou 151 operações de trânsito que ocorreram em Manaus e nos municípios de Presidente Figueiredo, Manacapuru, Rio Preto da Eva e Parintins. Nesse período, 7.696 autos de infração foram aplicados, um crescimento de 11,71% em relação aos primeiros seis meses de 2018 quando 6.795 multas foram aplicas.

    O diretor-presidente do Detran-AM, Rodrigo de Sá, ressalta que as ações de fiscalização têm como foco promover segurança no trânsito, que é o grande objetivo do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

    “Isso mostra, de um lado, que a população continua insistindo em ingerir bebida alcoólica e dirigir. E, de outro lado, denota o aumento das fiscalizações do Detran-AM que, repito, tem como um único objetivo: promover a segurança no trânsito e salvar vidas. É importante frisar e pedir o apoio da população. As fiscalizações irão continuar e a gente acredita que, com isso, além da repressão, o aspecto pedagógico que possa incutir na cabeça das pessoas a importância de dirigir sem ingerir bebida alcoólica”, afirmou Sá.

    CNHs suspensas

    Nos seis primeiros meses de 2019, 16 condutores tiveram suas Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) suspensas após serem flagrados dirigindo sob efeito de álcool. No total, 148 condutores do AM tiveram CNHs suspensas no período, 56 deles por atingirem os 20 pontos e 76 por não utilizarem o capacete.

    As ações são realizadas pelo Núcleo Especializado em Operações de Trânsito (Neot) do Detran-AM, em parceria com instituições como o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran), Polícia Civil e o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), além de ações integradas com a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

    Durante essas fiscalizações, 1.856 veículos foram recolhidos, sendo 1.418 motocicletas e 438 carros. Um crescimento de 98% em relação ao mesmo período do ano passado quando foram recolhidos 937 veículos.

    Lei Seca

    De acordo com o CTB, a penalidade para quem dirige embriagado é de R$ 2.934,70, além da suspensão do direito de dirigir por 12 meses. Se o condutor cometer a mesma infração dentro de 12 meses, o valor da multa será dobrado.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Trabalha com transporte escolar? Detran-AM oferta 200 vagas em cursos

    Número de vagas para exames práticos é ampliado em 70%, diz Detran-AM

    Comentários