Fonte: OpenWeather

    WEB TV: CONVERSA FRANCA


    "O Amazonas é o que está em melhor situação", diz juiz

    Em entrevista ao programa 'Conversa Franca', apresentado pela jornalista Tatiana Sobreira, o juiz da VEMS, Luiz Cláudio Chaves, conta que reduziu o número de menores infratores que voltaram a cometer crimes no Amazonas. Veja matéria e vídeo:

    Em entrevista, o juiz Luiz Cláudio contou sobre as medidas tomadas no Amazonas
    Em entrevista, o juiz Luiz Cláudio contou sobre as medidas tomadas no Amazonas | Foto: Leonardo Mota

    Manaus - Na manhã desta segunda-feira (15) o juiz procurador da Vara de Execuções de Medidas Socioeducativas (VEMS), Luiz Cláudio Chaves, concedeu entrevista exclusiva para a WEB TV EM TEMPO e falou sobre as medidas tomadas no Amazonas com relação aos menores infratores.

    Os dados concedidos pela Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Homicídios e Sequestros (DEHS), do fim de semana na capital amazonense é de seis mortos a tiros e sete feridos em menos de 72 horas, o que torna um dos fins de semana mais violentos na cidade de Manaus, em alguns dos crimes há o envolvimento de menores de idade.

    Dados divulgados pela Folha de São Paulo neste mês de junho conta que no Brasil, 11 estados brasileiros estão com superlotação nas unidades prisionais, o maior caso no estado do Rio de Janeiro.

    O Amazonas conta com 48% de menores nas unidades prisionais, ou seja, menos da metade com relação aos outros estados. Este dado é visto de forma positiva, pois segundo os dados do ano de 2018 do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), 78% dos menores infratores não voltam para os sistemas prisionais.

    O juiz Luiz Cláudio contou sobre  audiência de custódia e unidades socioeducativas do Amazonas e Brasil
    O juiz Luiz Cláudio contou sobre audiência de custódia e unidades socioeducativas do Amazonas e Brasil | Foto: Leonardo Mota

    "O estado do Amazonas é o que está em melhor situação, não chegamos na metade. É um dado extremamente relevante já que o estado lidera de forma positiva esta estatística", ressaltou Luiz Cláudio.

    O Projeto Novos Rumos  é uma iniciativa do Tribunal de Justiça do Amazonas que ajuda o menor infrator que está em medidas socioeducativas para serem inseridos no mercado de trabalho. O tribunal conta com 15 estagiários adolescentes e egressos do sistema socioeducativo. Com a medida ganham novas oportunidades e chances de não voltarem para a vida do crime organizado na cidade.

    No Amazonas, 78% dos menores infratores não voltam para o mundo do crime
    No Amazonas, 78% dos menores infratores não voltam para o mundo do crime | Foto: Leonardo Mota

    "Nós estamos provando que tem jeito, hoje trabalho na vara de menores e medidas sócio educativas porque acredito na mudanças das pessoas", assegura o juiz Luiz Cláudio.

    Em 2018, segundo dados da Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), o Amazonas teve quase três mil jovens envolvidos em ocorrências criminais.

    As medidas tomadas no AM para a retirada desses menores do mundo do crime conta com um trabalho árduo e interligado de vários profissionais, como psicólogos, professores, pedagogos e delegados. Dentre as atividades estão rodas de conversa, acompanhamento psicológico e palestras sobre os principais tema abordados no resgate dos menores.

    Veja a entrevista

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!:

    Dois adolescentes são presos com drogas no centro de Manaus

    Adolescente usa simulacro para aterrorizar e praticar assaltos em Manaus

    Comentários