Fonte: OpenWeather

    Dia do Idoso


    Adote um avô: saiba o que pode fazer para melhorar o dia de um idoso

    Em Manaus, o Portal EM TEMPO quer lembrar nesta sexta-feira (26), no Dia do Avó, que os ‘netos voluntários’ podem realizar diversas ações para levar companhia e diversão para aqueles que são exemplos na nossa história

    'Adotar um avô' ajuda a criar laços de afeto e a reduzir a solidão de idosos em casas de repouso. | Foto: Divulgação

    Manaus - A velhice deveria ser o período da vida em que as pessoas mais são acolhidas e cercadas de amor, mas infelizmente não é o que acontece. E uma data que não é tão lembrada pela maioria dos amazonenses é o Dia dos Avós, comemorado nesta sexta-feira, dia 26 de julho. Por isso, o Portal EM TEMPO listou algumas ações simples que podem fazer toda a diferença no dia a dia dos avós, como companhia e alegria para milhares de idosos que vivem em asilos sem receber a visita de nenhum familiar.

    Estudo realizado na Universidade de Oxford (Reino Unido) revelou que 40% dos avós de quase 1,6 mil crianças tomavam conta delas com alguma frequência e que 33% das avós maternas se dedicavam diariamente a seus netos. Essa amostragem revela a importância da parceria entre os avós e os pais que trabalham fora e enfrentam uma rotina de trabalho e deslocamento cada vez mais estressante.

    'O abandono dói'

    Ação de abandono por parte de familiares pode trazer sérios problemas para a saúde dos idoso
    Ação de abandono por parte de familiares pode trazer sérios problemas para a saúde dos idoso | Foto: Leonardo Mota

    De acordo com o psicólogo e mestre em educação, Jônatas da Costa, a ação de abandono por parte de familiares pode trazer sérios problemas para a saúde dos idosos, entre eles, a antecipação da própria morte.

    "Os familiares devem lembrar que o idoso é uma pessoa, com sentimentos, necessidades, vontades e limitação. A principal medida que eles podem tomar para não deixar a pessoa se sentir invisível é estando presente. O abandono gera o sentimento de inutilidade, o idoso se sente como um objeto descartado o que pode causar uma depressão, ansiedade de abandono, até a antecipação da própria morte. Além de baixar da imunidade, já que o idoso não vai mais querer se alimentar e nem se locomover", afirma o psicólogo.

    Encontro entre avô e neto

    Você pode doar ao idoso o seu tempo, visitando-o regularmente
    Você pode doar ao idoso o seu tempo, visitando-o regularmente | Foto: Divulgação

    O psicólogo ressalta ações simples que podem trazer uma qualidade de vida para o idoso e ainda proporcionar um espaço de fala para os mais velhos. "A família pode promover ações de integração. Um exemplo é fazer um encontro entre avô e neto, em que o avô pode compartilhar a vivência dele e aconselhar o neto. Outra coisa que pode ser feita é devolver para o mais velho as aptidões que ele tem, como permitir que ele faça pequenos consertos em casa, como reparar uma torneira. Isso faz com que ele se sinta produtivo".

    Então, como adotar um avô ou avó?

     

    A Casa do Idoso São Vicente de Paula, localizada na Rua Jerônimo Ribeiro, número 14, bairro São Raimundo está de portas abertas
    A Casa do Idoso São Vicente de Paula, localizada na Rua Jerônimo Ribeiro, número 14, bairro São Raimundo está de portas abertas | Foto: Leonardo Mota

    A Casa do Idoso São Vicente de Paula, localizada na Rua Jerônimo Ribeiro, número 14, bairro São Raimundo está de portas abertas para as pessoas que quiserem somente fazer companhia ou para promover ações para os 26 idosos da casa. A instituição funciona há 39 anos, com o acolhimento de idosos a partir dos 60 anos. 

    As visitas podem ocorrer todos os dias, desde que com um grupo pequeno de pessoas, no máximo quatro por vez. Os encontros ocorrem das 9h às 11h e das 14h30 até às 16h30. Já para quem deseja promover alguma ação para animar o dia dos idosos, é necessário fazer um agendamento com a instituição através do contato 3625-7569.

    Apresentações de teatro, apresentações musicais, dança e até bingos são algumas das atividades que levam alegria e quebram a rotina dos idosos.

    Outro abrigo é a Fundação Doutor Thomas existe há 110 anos e está localizada na R. Dr. Thomas, número 798, bairro Nossa Sra. das Graças. A fundação recebe todos os dias os vistantes entre as 15h e 16h, a instituição ressalta que visitas com grupos grandes, que queiram promover ações sociais, devem consultar a programação da fundação. Dentre as atividades mais comuns que são realizadas para os 124 idosos estão dança e oração. Para quem quiser promover alguma atividade, deve entrar em contato com a instituição através do número 3215-6955.

    A voluntária que sempre realiza trabalhos na Casa do Idoso São Vicente de Paula, Juliana  Martins, fala do sentimento e da importância de cuidar do próximo. A estudante de 23 anos relembra o papel da sua avó na própria criação. "A minha avó sempre foi uma das pessoas mais importantes da minha vida. Quando ela partiu, eu vi que poderia ser uma figura presente na história de outros idosos. Quando eu venho para cá (Casa do Idoso) eu sempre busco conversar e conhecer a história de quem mora aqui", afirma.

    Outras maneiras de ajudar:

    A igreja Chama Church promove a cada dois meses ações sociais em asilos
    A igreja Chama Church promove a cada dois meses ações sociais em asilos | Foto: Divulgação

    1 – Durante a visita, voluntários podem conhecer as necessidades materiais de um abrigo. Se tiver condições financeiras de ajudar, faça-o segundo as possibilidades. Se não tiver, quem sabe falando com os amigos não consiga alguma ajuda?

    2 – No abrigo visitado talvez exista a necessidade de mão de obra que possa prestar. Se é manicure, se é barbeiro, se é cabeleireiro, se é advogado, médico, fisioterapeuta, talvez estejam precisando exatamente do seus serviços e você possa dedicar um pouco do seu tempo para isso.

    3 - A igreja Chama Church promove a cada dois meses ações sociais em asilos como café da manhã, momento de música, teatro e ainda manicure, pedicure, cortes de cabelo e design de sobrancelhas. Caso você queira se envolver nessas ações, é só ligar para se voluntariar no número: 98404-5474

    4 – Além dessas coisas que você pode fazer por todo o abrigo, você pode ainda escolher um único avô ou avó e “adotá-lo (la)”:

    * Você pode doar a ele o seu tempo, visitando-o regularmente;

    * Pode ajudá-lo financeiramente doando remédios, roupas, calçados, material de higiene e limpeza pessoal, fraldas etc;

    * Se estiver distante ou tiver que ausentar-se, pode escrever cartas;

    * Pode ajudá-lo (ou ajudar a todos) espiritualmente, valendo-se, de acordo com a sua fé, de preces, boas vibrações, remetendo-lhe(s) os seus melhores pensamentos.

    Leia Mais

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Dia de beleza e carinho em asilo de Manaus neste sábado (29)

    Amor ao próximo: voluntários contam histórias em abrigos de Manaus

    Comentários