Fonte: OpenWeather

    Queda


    Vídeo: SSP-AM diz que 'roubos caem' 12,5% em Manaus

    Manaus registrou queda significativa no número de roubos a ônibus no primeiro semestre

    Nos cinco primeiros meses deste ano foram apreendidas 955 armas de fogo ilegais | Foto: Divulgação/SSP-AM

    Manaus- De 2014 para cá, os registros de roubos só haviam caído em 2016, com um recuo de 7,4%, conforme informações do Sisp. Nestes primeiros meses de 2019, a Secretaria de Segurança reforçou as operações integradas, chegando a 20 ações apenas em Manaus, com mais de 700 presos e 50 adolescentes apreendidos, parte deles envolvidos em crimes de roubos.

    No último dia 19 de julho, durante a terceira fase da Operação Imperium, os policiais civis e militares prenderam 67 pessoas, das quais pelo menos 24 eram suspeitas de envolvimento em roubos e furtos na capital amazonense. Durante as ações, 15 armas de fogo foram apreendidas.

    Em março, no âmbito da Operação Pilar 5, uma quadrilha especializada em roubos de cargas de empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM) foi desbaratada. O bando é suspeito de haver roubado, no final de 2018, uma carga de relógios avaliada em quase meio milhão de reais.

    Ônibus

    Além dos roubos em geral, Manaus registrou queda significativa no número de roubos a ônibus no primeiro semestre. Entre janeiro e junho, houve uma queda de 40% nos registros se comparados a igual período de 2018.

    Neste ano, a Polícia Militar reforçou a Operação Catraca, com mais abordagens policiais, especialmente nas vias e linhas de maior incidência de roubos. Como resultado, o número de roubos dos seis primeiros meses deste ano é menor até mesmo que o período de janeiro a abril de 2018.

    Melhor desempenho

    Alguns outros indicadores também ajudam a explicar a retração nos casos de roubos na capital do Amazonas. Um deles é o aumento nas prisões de suspeitos pelo crime. De janeiro a maio, foram 507 prisões de suspeitos de praticar roubos em Manaus, quantidade 35% maior que a efetuada no mesmo período de 2018, quando houve 375 prisões por roubo na cidade.

    Outro dado significativo é o de apreensão de armas de fogo. Nos cinco primeiros meses deste ano foram apreendidas 955 armas de fogo ilegais durante operações policiais e abordagens em Manaus.

    “As armas ilegais são utilizadas para cometimento dos mais diversos crimes, incluindo os considerados letais intencionais, como latrocínio e homicídio, que ceifam vidas inocentes, bem como são utilizadas como violência e ameaça nos roubos. Além disso, são utilizadas como instrumento de poder nas mãos de traficantes que controlam áreas conhecidas como ‘bocas de fumo’ e ‘rotas de tráfico’. Cada arma ilegal apreendida nas mãos de criminosos representa vidas preservadas”, ressalta o comandante do Comando de Policiamento Especializado (CPE), coronel Bruno Azevedo.

    O titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), da Polícia Civil, delegado Guilherme Torres, ressalta que os trabalhos das polícias Civil e Militar se concentram também no planejamento de ações especificas em áreas de maiores ocorrências na capital.

    “Essa diminuição demonstra que as Polícias estão trabalhando com inteligência, elaborando seus planos de ação observando os indicadores da mancha criminal”, disse. 

    *Com informações da assessoria 

    Assista à reportagem da TV Em Tempo:

    Assista a reportagem | Autor: Waldir Adriano/ TV Em Tempo
     

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Vídeo: Sob revolta e confusão, visitas são reabertas em prisões do AM

    Juiz determina suspensão do pagamento de contas de energia em Codajás

    Comentários