Fonte: OpenWeather

    Transporte hidroviário


    Vídeo: transporte hidroviário é fiscalizado pela Arsam e Procon no AM

    Por meio das pesquisas do modal hidroviário, Arsam e Procom pretendem analisar a qualidade do atendimento para futuras ações na área

    Assista a reportagem | Autor: Bárbara Mitoso/ TV Em Tempo

    Assista a reportagem
    Assista a reportagem | Foto: Reprodução TV Em Tempo

    Manaus- Na manhã desta quarta-feira (31), a Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Amazonas (Arsam) e o Programa Estadual de Proteção e Orientação do Consumidor do Estado do Amazonas (Procon-AM) realizaram uma ação conjunta no Porto da Ceasa e Careiro da Várzea, para analisar a qualidade do atendimento ao usuário do transporte rodoviário intermunicipal e fazer uma pesquisa de campo junto aos usuários do transporte hidroviário.

    No Porto da Ceasa, localizado na Vila Buriti, foi realizada uma pesquisa que buscou conhecer a média de satisfação dos usuários em relação aos serviços prestados por embarcações, como as condições das viagens, estrutura do porto e a avaliação da tarifas praticadas. 

    Careiro da Várzea

    No Careiro da Várzea, foi analisada a qualidade do atendimento aos usuários do transporte rodoviário intermunicipal, verificando as condições de acessibilidade e itens de segurança, bem como apurando denúncias de irregularidades nos transportes dessa região.

    Quem é isento de tarifa?

    Procon-AM orientou coordenadores de cooperativas de transportes, motoristas e passageiros sobre a isenção do pagamento de tarifa. Entre os beneficiados estão idosos (com idade superior a 60 anos), pessoas com deficiência física, auditiva, visual e mental, crianças de até 10 anos, pessoas aposentadas por invalidez, policiais civis, militares, agentes penitenciários em serviço e alunos da rede pública oficial devidamente uniformizados e identificados durante o período letivo.

    "Também orientamos os profissionais do transporte local a afixar cartaz ou placa com essas informações em local visível, além disso, orientamos que devem ser recusados, no momento do embarque, produtos tóxicos ou entorpecentes e animais domésticos ou silvestres sem o devido acondicionamento e legalidade", explica o titular do Procon-AM, Jalil Fraxe.

    Segurança 

    Para o diretor-presidente da Arsam, Acram Isper,  a ação é de importância para a garantia de condições de segurança aos usuários do transporte rodoviário intermunicipal e preservação de sua integridade. 

    Assista à reportagem da TV Em Tempo:

    Assista a reportagem | Autor: Bárbara Mitoso/ TV Em Tempo
     

    Texto Web: Bruna Oliveira

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!:

    Desativar ou não? Lendas dos portos eleva discussões sobre o futuro no AM

    Projeto hidroviário deve mudar a vida de navegadores na capital

    Assista mais vídeos da TV Em Tempo



    Comentários