Fonte: OpenWeather

    Amazonas Energia


    Amazonas Energia lidera ranking de reclamações na CDC/ALE

    Entre as reclamações mais constantes computadas na Comissão de Defesa do consumidor estão a interrupção do fornecimento de energia elétrica e a cobrança abusiva nas contas de luz

    Amazonas Energia lidera ranking de reclamações no Código de Defesa do Consumidor da Aleam
    Amazonas Energia lidera ranking de reclamações no Código de Defesa do Consumidor da Aleam | Foto: Ione Moreno

    Manaus - A interrupção do fornecimento de energia elétrica e a cobrança abusiva nas faturas de pagamento, são as principais reclamações da concessionária Amazonas Energia, responsável pela distribuição de energia elétrica no Estado. Os dados levam a empresa a liderar o ranking de reclamações no Código do Consumidor da Assembleia Legislativa do Amazonas (CDC/Aleam).

    De acordo com os dados divulgados pela CDC/Aleam, nesta terça-feira (30),  foram computorizadas 135 reclamações da concessionária sobre os serviços prestados à população. E que, apesar da quantidade de reclamações, a Amazonas Energia é a empresa que mais fecha acordos positivos durante as audiências realizadas no âmbito do órgão estadual, apresentando um relacionamento satisfatório com os seus clientes.

    Além da Amazonas Energia, outras empresas ocupam o ranking de reclamações recebidas. A concessionária responsável pelo abastecimento de água na capital, a Águas de Manaus ocupa a segunda posição do ranking com 53 reclamações computadorizadas, seguida pelas empresas de telefonia Claro/Net com 17 reclamações e a Oi com 10 reclamações computadorizadas.

    A CDC/Aleam destaca que todo consumidor possui o dever e a obrigação de realizar denúncias aos serviços prestados por empresas, dando prioridade para a qualidade e evitar que o consumidor seja prejudicado.

    12 milhões de fatura

    De acordo com a Amazonas Energia, a concessionária é a única empresa a atuar na destruição de energia elétrica no Amazonas e por ano distribui mais de 12 milhões de faturas. A empresa destaca que possui atendimentos direto ao cliente, que muitas vezes procura os órgãos de defesa do consumidor para reclamação de consumo, que pode ser resolvida em contato com direto coma a empresa.

    A Amazonas Energia informou por meio de nota que tem diversificado os canais de atendimento da empresa na capital e no interior com o objetivo de beneficiar seus clientes oferecendo mais comodidade e celeridade no atendimento e serviços.

    Segundo eles, a inauguração de uma nova loja de atendimento no bairro Praça 14 de janeiro, Zona Sul da capital, irá auxiliar no objetivo de agilizar os atendimentos ao cliente, que também pode ter acesso a agência virtual no site, chat online e aplicativo para aparelhos telefônicos. Além da ampliação da Subestação Santa Etelvina e Centro, a construção de novas subestações nos bairros João Paulo, Distrito Industrial, Parque 10 e Tarumã tem como objetivos melhorar os atendimentos nas áreas aproximadas. E no interior do Estado, novas subestações também ocorreram nas em Iranduba, Manacapuru e Novo Airão e interligação de Rio Preto da Eva, Itacoatiara, Silves, Itapiranga, Humaitá e Parintins ao Sistema Interligado Nacional (SIN) para beneficiar mais de 320 mil pessoas.

    Comentários