Fonte: OpenWeather

    Infração


    Educação no trânsito de Manaus: flagras de desrespeito a legislação

    Condutores em Manaus ignoram placas de sinalização e colocam em risco a segurança no trânsito

    Desrespeito às placas põe em risco a segurança de condutores e pedestres
    Desrespeito às placas põe em risco a segurança de condutores e pedestres | Foto: Lucas Silva

    Manaus - Não é preciso procurar muito para encontrar flagras de desrespeito às leis de trânsito em Manaus. Ainda que possam parecer inconsequentes, atos como estacionar em lugares proibidos ou em vagas destinadas a idosos ou para deficientes atrapalham a mobilidade urbana e colocam em risco a segurança de pedestres e motoristas.

    O Portal EM TEMPO flagrou nesta segunda-feira (12) motoristas realizando um retorno proibido na avenida Senador Álvaro Maia. Os flagrantes nas fotos acima tendem a se multiplicar não somente em avenidas principais, mas também em ruas adjacentes e em estabelecimentos públicos e privados.

    Nos shoppings, em outros supermercados, nas faculdades e universidades, condutores insistem em estacionar na 'porta' do local para onde se deslocam ou em vagas de idosos, deficientes e gestantes.

    Nas ruas do bairro Centro é comum observar motoristas estacionando em lugares onde têm placas indicando que no lugar é proibido estacionar e geralmente nestes lugares têm a presença de flanelinhas ajudando a manobrar, como flagrado pelos agentes do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) nesta segunda-feira (12).

    IMMU flagrou um carro estacionado num local proibido no bairro Centro
    IMMU flagrou um carro estacionado num local proibido no bairro Centro | Foto: Divulgação/IMMU

    De acordo com o IMMU, mais de 18 mil multas por desrespeito à sinalização vertical foram aplicadas em Manaus de janeiro a agosto deste ano. Dessas, cerca de 12 mil foram para carros parados em placas de 'proibido estacionar'; mais de 5 mil foram por uso inadequado de vagas de estacionamento para idosos; e mais de mil ocupações irregulares em vagas de pessoas com deficiência foram notificadas.

    Condutores realizam retorno proibido na avenida Senador Álvaro Maia
    Condutores realizam retorno proibido na avenida Senador Álvaro Maia | Foto: Lucas Silva

    De acordo com o Código Brasileiro de Trânsito (CBT), estacionar sem credencial em vagas de idosos e deficientes é infração gravíssima, penalizada com multa de R$293,47 e perda de 7 pontos na carteira. Já estacionar em local proibido é considerado infração média, com multa de R$130,16 e subtração de 4 pontos na CNH.

    As placas de sinalização vertical da categoria regulamentação orientam os condutores sobre o uso das vias urbanas. Nessa categoria, encaixam-se as placas de 'Proibido Estacionar', 'Proibido virar à esquerda/direita' e as indicativas de vagas exclusivas para idosos e pessoas com deficiência, entre outras.

    Prejudicados

    As placas de sinalização vertical da categoria regulamentação orientam os condutores sobre o uso das vias urbanas
    As placas de sinalização vertical da categoria regulamentação orientam os condutores sobre o uso das vias urbanas | Foto: Lucas Silva

    Apesar dos números terem caído, ainda há quem sofra bastante com a imprudência e descaso dos condutores. É o caso da relações públicas Joise Gomes, 35, e a mãe, Miriam, 81. A idosa tem Alzheimer e depende da filha para levá-la aos lugares. Na experiência de ambas, estacionar em Manaus na vaga de direito é um desafio. 

    "Dirigir na cidade é uma tarefa árdua, estacionar em local adequado para movimentar um idoso torna a missão mais difícil ainda. Muitos estacionam nas vagas preferenciais apenas por comodidade e além de descumprir a lei, desrespeitam as pessoas que necessitam desta vaga especial", denuncia Joise.

    A auxiliar administrativa Fernanda Silva, caminha todos os dias para chegar ao trabalho pelas ruas do bairro Centro. Ela destaca o desrespeito dos motoristas e pedestres nas ruas da cidade. 

    "Antes de culpar a fiscalização ou o órgão público de trânsito, isso é uma questão de educação e cidadania. Valores, ao que me parece, muito distante dos motoristas de Manaus", revela.

    'Educar como prevenção'

    Segundo o IMMU, o número de autuações sobre esse tipo de infração na verdade diminuiu em comparação ao ano passado. De janeiro a agosto de 2018, por exemplo, foram mais de 20 mil multas para estacionamentos irregulares. Em 2019, o número caiu mais da metade. 

    De acordo com o diretor de operações do IMMU, coronel Raimundo Encarnação, isso se dá pela constante fiscalização dos agentes e da consciência dos motoristas em obedecer às leis de trânsito. “Todos os dias nossos agentes estão nas ruas fazendo as fiscalizações rotineiras para garantir mais fluidez. Os condutores também estão mais conscientes, obedecendo as regras e juntos fazendo um trânsito mais seguro”, afirma.

    Placas de sinalização exigem atenção e respeito 

    Placa de Pare
    Placa de Pare | Foto: Divulgação

    Em teoria, todo condutor habilitado deveria conhecer as placas de sinalização. Elas são divididas em grupos: regulamentação, advertência e indicação. As de regulamentação são vermelhas, as mais importantes. Elas impõem restrições, impedem (ou exigem) o condutor de realizar determinadas manobras; as amarelas são para advertência, usadas para avisar sobre perigos, como a presença de animais, travessia de pedestres ou condições climáticas; por fim, temos as de indicação (verdes, azuis ou até mesmo marrons), que informam distâncias, destinos, pontos turísticos e nomes, de cidades, locais, estradas etc.

    O repeito a faixa de pedestre
    O repeito a faixa de pedestre | Foto: Divulgação/IMMU

    Condutores:

    – Redobre a atenção ao avistar pedestres ou ciclistas.

    – Nas rodovias, reduza a velocidade ao trafegar próximo a trechos urbanos.

    – Nas vias urbanas, reduza a velocidade quando estiver próximo a trechos movimentados, a escolas e a hospitais.

    – Fique atento à sinalização de advertência de travessia de pedestres nas rodovias.

    – Nas vias urbanas, respeite a faixa de pedestres.

    – Redobre a atenção nos locais em que há pontos ou paradas de ônibus.

    Pedestres:

    – Preste atenção em todo o ambiente que o cerca.

    – Esteja certo que foi visto antes de atravessar.

    – Evite fazer a travessia em esquinas e curvas.

    – Use sempre a faixa de pedestres.

    – Não atravesse vias (ou mesmo caminhe pelas calçadas) olhando para o celular.

    – Não use fone de ouvido.

    – Ao descer de um coletivo, nunca atravesse pela frente do veículo.

    – Cuidado ao cruzar áreas com garagens.

    – Caminhe sempre pela calçada

    Comentários