Fonte: OpenWeather

    Homenagem


    Ufam concede título de “Doutor Honoris Causa” ao pacifista Daisaku Ike

    No início da década de 90, Ikeda idealizou o Instituto Soka – Amazonas (na época, Cepeam), que iniciou suas atividades com o plantio de 20 mil mudas, em 1991, em frente ao Encontro das Águas, em Manaus.

    Solenidade de homenagem ocorreu na tarde desta quarta (18)
    Solenidade de homenagem ocorreu na tarde desta quarta (18) | Foto: Leonardo Mota

    Manaus - A Universidade Federal do Amazonas (UFAM), recebeu na tarde quarta-feira (21), o reitor da Universidade Soka, Yoshihisa Baba, do Japão, que veio ao brasil representando Daisaku Ikeda. Aos 91 anos, o japonês preside a Soka Gakkai Internacional (SGI), ONG vinculada à ONU, com 12 milhões de associados pelo mundo.

    Com a vinda do reitor ao Amazonas, ele recebeu, em nome de Ikeda, o título de “Doutor Honoris Causa” da Universidade Federal do Amazonas, (Ufam). A honraria foi entregue pelo reitor da Ufam, Sylvio Puga, que durante a solenidade, também assinou o protocolo de intenções entre a Ufam e a Universidade Soka, para intercâmbio acadêmico entre professores, pesquisadores e estudantes, em prol do ensino, pesquisa e extensão.

    A solenidade ainda contou com a inauguração da sala que será destinada à gestão das atividades do futuro convênio, localizada no Centro de Convivência da Ufam, no setor Norte do Campus Sede.

    Na solenidade, o reitor retificou a importância do meio ambiente para os valores da universidade. "Em primeiro lugar, a Universidade de Soka está empenhada na criação de valores que promovam as Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), visando o ano de 2030", revelou ele.

    Para  Baba, o Brasil  é o país ideal para acordos voltados para o meio ambiente. "O Brasil já possui a experiencia da Rio-92, foi sede de uma conferencia ambiental em 2012. Está familiarizado com esse  fluxo de realizações de eventos relacionados a nossa linha de pensamento.A amazônia é, no sentido ambiental, um grande simbolo de luta pela preservação do meio ambiente", explicou o reitor.

    Título de Dr Honoris Causa à Yoshihisa Baba, representando Daisaku Ikeda
    Título de Dr Honoris Causa à Yoshihisa Baba, representando Daisaku Ikeda | Foto: Leonardo Mota

    Por fim, o reitor japonês relembrou a importância da educação ambiental e dos planos em parceria com a UFAM. " A parceria feita com a UFAM nos auxilia a promovermos  os objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da educação ambiental e lutar por nosso meio ambiente", finalizou.

    No Amazonas

    No início da década de 90, Ikeda idealizou o Instituto Soka – Amazonas (na época, Cepeam), que iniciou suas atividades com o plantio de 20 mil mudas, em 1991, em frente ao Encontro das Águas, em Manaus.

    Neste ano, o Instituto Soka completou 25 anos e em parceria com universidades e institutos de tecnologia locais, tem promovido projetos de reflorestamento, experiências de educação ambiental e a formação de um banco de sementes de árvores nativas, numa área 52 hectares que é Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) — uma categoria de unidade de conservação que, pela vontade do proprietário, se compromete com a preservação da área.

    Na área da educação ambiental, promove a Academia Ambiental, favorecendo crianças e adolescentes das redes de ensino pública e privada que participam de palestras e visitação nas trilhas ecológicas do local.

    Idealizado pelo Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas, pela Vara Especializada do Meio Ambiente e Questões Agrárias e pelo Instituto Soka, o programa Sementes da Vida realiza o plantio de uma muda de espécie amazônica para cada criança nascida em Manaus.

    Yoshihisa Baba comentou sobre a importância da parceria
    Yoshihisa Baba comentou sobre a importância da parceria | Foto: Leonardo Mota

    Instituto Soka

    A região do Instituto Soka, no passado, foi uma olaria portuguesa. Atualmente é uma área recuperada com o replantio de espécies amazônicas, que mantém ainda o banco de sementes.

    Pelas realizações em defesa do meio ambiente e pelo desenvolvimento sustentável da região, a Assembleia Legislativa do Amazonas concedeu o título de Cidadão Honorário a Daisaku Ikeda, em 2001.

    A Academia Amazonense de Letras outorgou o título de membro correspondente ao Dr. Ikeda e a Câmara Municipal de Manaus outorgou o título "Diploma de Mérito da Cidade de Manaus", em 2000.

    Comentários