Fonte: OpenWeather

    Projeto


    Instituto Ayrton Senna implementa projeto em Manaus

    O objetivo é o desenvolvimento educacional de crianças

    O programa já beneficiou mais de 160 mil pessoas no Amazonas | Foto: Divulgação

    Manaus - Há quase 25 anos, o Instituto Ayrton Senna contribui para ampliar as oportunidades de crianças e jovens por meio de uma educação pública de qualidade. Em 2018, a organização beneficiou mais de 160 mil pessoas no Amazonas. Entre as iniciativas, destacamos o “Se Liga” e o “Acelera”, soluções educacionais que visam promover o desenvolvimento integral e aprendizagem escolar dos alunos do ensino fundamental.

    O projeto Se Liga alfabetiza alunos do 3º ao 5º ano do Ensino Fundamental que ainda não aprenderam a ler e escrever. A solução trabalha aspectos cognitivos e socioemocionais, dando ênfase ao desenvolvimento da autoestima e autogestão. Esses alunos saem de suas turmas regulares e passam o período de um ano em classes específicas, acompanhados por professor formado pelo Instituto Ayrton Senna em parceria com a Secretaria de Educação local. Em Manaus, o Instituto Ayrton Senna já capacitou cerca de 416 educadores apenas em 2018

    Outro projeto desenvolvido é o Acelera Brasil. Os alunos com distorção idade-série do 3º ao 5º ano do Ensino Fundamental são enturmados em classes específicas durante um ano. Eles recebem os conhecimentos necessários para seguirem com sucesso em sua trajetória escolar, podendo recuperar os dois anos perdidos em reprovação. Há também um trabalho intensivo forte com competências socioemocionais para o desenvolvimento integral do aluno.

    O diretor de Negócios do Instituto Ayrton Senna, Thiago Fernandes, explica que, partindo dos principais desafios da educação identificados por gestores e educadores com quem a organização trabalha no dia a dia, são produzidos e validados conhecimentos para o avanço da qualidade da educação, em um trabalho conjunto com as redes públicas de ensino. “Todo o conhecimento produzido é compartilhado com mais atores por meio de iniciativas de formação, difusão, cooperação técnica e transferência de tecnologia”, detalhou.

    Campanha

    Os projetos do Instituto Ayrton Senna são financiados por doações, recursos de licenciamento e por parcerias com a iniciativa privada. Desde 2018, a organização passou a ser beneficiada pelo McDia Feliz e juntos impactaram 660 mil alunos. A campanha, que chega à sua 31ª edição, ampliou seu impacto social e passou a beneficiar duas causas de grande importância no Brasil: saúde e educação. Sendo assim, em mais uma edição, além do combate ao câncer infanto-juvenil, que hoje é a maior causa de morte de crianças e adolescentes, através das instituições apoiadas pelo Instituto Ronald McDonald, a campanha também destinará recursos para o Instituto Ayrton Senna com o objetivo de apoiar a educação pública brasileira.

    Neste ano, a campanha acontece neste sábado (24) em todo o país. Nesta data, toda a venda do sanduíche Big Mac nos cerca de 970 restaurantes McDonald’s de todo o país, exceto alguns impostos, será doada para que as duas organizações possam apoiar a causa da saúde, bem-estar e educação.

    *Com informações da assessoria 

    Comentários