Fonte: OpenWeather

    Mobilidade em Manaus


    Vídeo: plano para melhorar mobilidade e acessibilidade será criado

    Decisão foi tomada durante reunião do Comitê de Obras Públicas Integradas (Copi), coordenado pela Arsam

     A reunião foi realizada na manhã desta segunda-feira (26/08) na sede da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Amazonas (OAB-AM).
    A reunião foi realizada na manhã desta segunda-feira (26/08) na sede da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Amazonas (OAB-AM). | Foto: Divulgação

    Durante a 47ª reunião ordinária do Comitê de Obras Públicas Integradas (Copi), coordenada pela Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Estado do Amazonas (Arsam), com o tema mobilidade e acessibilidade nas calçadas de Manaus, ficou decidido que os órgãos que compõem o Copi criarão um plano de ação para melhorar a qualidade das calçadas em Manaus. A reunião foi realizada na manhã desta segunda-feira (26/08) na sede da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Amazonas (OAB-AM).

    Foi decidido também, durante a reunião do Copi, que será formada uma equipe integrada com profissionais de todos os órgãos envolvidos – são mais de 50 instituições no âmbito municipal, estadual e federal que compõem o comitê – para elaborar o plano de ação e divulgar projetos já desenvolvidos e pouco conhecidos da população.

    É o caso da cartilha “Calçada legal”, que ensina a população a cuidar do passeio público e foi desenvolvida pelo Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb).

    Uma outra sugestão surgida durante a reunião é que seja distribuído material de divulgação em lojas de material de construção para que as pessoas que compram material para reformar suas residências não se esqueçam que as calçadas também devem fazer parte do resultado final. Ou seja, divulgar para a população a importância de manutenção dos passeios públicos.

    Diretor-presidente da Arsam e presidente do Copi, Acram Isper Júnior destacou a necessidade de realização de campanhas de conscientização da população sobre a importância das calçadas.  “Tem que ser tema de campanhas nas escolas também. Todos sabemos a influência que as crianças têm dentro da família. E o que elas aprendem que é certo na escola, elas cobram dos pais para que se comportem de acordo”, afirmou.

    Assessor técnico da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Seped), Magno Sanches também é cadeirante e, portanto, conhece de perto a questão da mobilidade e acessibilidade nas calçadas de Manaus. “Por muito tempo minha solução não foi a cadeira de rodas, mas usar sandálias nas mãos. Uso a cadeira de rodas há dez anos e os problemas vão desde uma lixeira má posicionada até uma árvore plantada em local impróprio. Espero que dessa reunião saia algo de concreto para as Pessoas com Deficiência (PcDs)”, afirmou.

    Magno Sanches também relatou que já desistiu de sair para se divertir sozinho em Manaus. “Parei porque não dá para usar a calçada em Manaus. Não dá para enfrentar todos esses obstáculos sozinho. É muito difícil”, denunciou.

    Assista à reportagem da TV Em Tempo:

    Assista a reportagem | Autor: Tarcísio Layme/ TV Em Tempo
     


    Comentários