Fonte: OpenWeather

    Benefício


    Suspensão de benefício: aposentados têm 48h para se recadastrar

    Quem perder o prazo terá o pagamento suspenso

    O prazo se encerra na próxima sexta-feira (30) | Foto: Divulgação/Amazonprev

    Manaus- Mais de 900 aposentados e pensionistas, aniversariantes de agosto, que recebem seus pagamentos pela Fundação Amazonprev, podem ter o benefício suspenso por falta de recadastramento. O número representa 34% do total de 2,6 mil beneficiários pendentes da prova de vida. O prazo se encerra na próxima sexta-feira, (30).

    Vale lembrar que a prova de vida é o procedimento legal que garante a regularidade dos pagamentos aos segurados, e a ausência desta atualização resulta na suspensão do benefício, conforme determina a Lei Complementar 30/2001. “Nos casos de suspensão de pagamento, o segurado só terá o benefício regularizado após a revalidação de seus dados cadastrais, e esse processo pode durar até 10 dias”, esclarece o presidente da Amazonprev, André Luiz Zogahib.

    A professora aposentada, Amazonina Libório dos Santos, de 75 anos, foi à Amazonprev se recadastrar a dois dias do encerramento do prazo. “São muitas preocupações e obrigações. Com a correria do dia a dia, acabei esquecendo de vir me recadastrar com antecedência, como de costume. Ontem à noite lembrei que o dia do pagamento estava se aproximando e me dei conta de que precisava atualizar meus dados”, recorda.

    Em casa

    Aposentados e pensionistas da capital com dificuldades de locomoção ou de idade avançada, impossibilitados de comparecer à sede da Amazonprev para a realização do recadastramento, podem contar com o serviço de atendimento domiciliar disponibilizado pela instituição. Os telefones para o agendamento são: 3627-3400, 3627-3401 e 3627-3421.

    No interior, a visita deve ser requisitada nas unidades da Secretaria de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc-AM), que mantém parceria com a Amazonprev. A prestação desse serviço faz parte do Propac, um programa que busca dar aos segurados comodidade e segurança na hora da atualização cadastral.

    *Com informações da assessoria

    Comentários