Fonte: OpenWeather

    Doação


    Artista de grafite doa criação artística para o Hospital Adriano Jorge

    Denis.LDO doou uma criação artística para o serviço de ambulatório da FHAJ

    Artista manauara doa criação para hospital | Foto: Divulgação/FHAJ

    Manaus- Na noite desta terça-feira, (27), o artista manauara de grafite, Denis.LDO, doou uma criação artística para o serviço de ambulatório da Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ), unidade vinculada à Secretaria de Saúde (Susam), do Governo do Amazonas . Segundo a gerente do ambulatório, Gracilene Medeiros, a ideia é trabalhar a ambiência no espaço para dar mais conforto aos usuários. “Nosso foco é proporcionar atendimento humanizado, promovendo a satisfação dos usuários que, se quiserem, podem até fotografar a obra de arte”, declarou.

    No dia 15 de julho, o ambulatório da FHAJ passou a contar também com atendimento do serviço social para orientações. “Até então, tínhamos o atendimento social somente para pacientes internados. Expandimos, e diariamente os pacientes podem contar com o atendimento especializado das assistentes sociais, Hilda Christine e Ana Camila. Por dia, em média, são 40 pacientes atendidos”, informou Gracilene.

    As assistentes sociais também realizam a espera produtiva, que consiste em realizar palestras para quem aguarda atendimento. “Nesta quarta-feira, (28), por exemplo, foi realizada palestra aos pacientes em espera sobre tabagismo, em virtude do Dia de Combate ao Fumo, 29 de agosto. Aos fumantes, distribuímos folders e a relação de unidades de saúde que atuam no Programa de Combate ao Tabagismo”.

    O ambulatório da FHAJ também passou a contar, desde (17) de junho, com o projeto “Posso Ajudar?”, quando a equipe de profissionais do setor pode tirar dúvidas e dar os devidos encaminhamentos aos usuários, em especial aos pacientes do interior do estado e àqueles que comparecem pela primeira vez.

    “A maioria dos pacientes de primeira vez desconhecem os procedimentos para iniciar o atendimento médico. É aí que a equipe entra para fazer o acolhimento e orientar, conforme preconiza a Política de Humanização”.  Gracilene destacou o apoio dos profissionais médicos. “O próximo passo é implementar o prontuário totalmente digital, onde estamos contando com o máximo apoio da equipe médica e demais profissionais”.

    *Com informações da assessoria 

    Comentários