Fonte: OpenWeather

    Ação Social


    Décima edição do 'Semeando Gratidão' chega em comunidade do AM

    Atividade que pretende atender 400 crianças e adolescentes acontece no dia 12 de outubro

    O Semeando Gratidão é uma iniciativa da jornalista Fábia Lima, inspirada pelo trabalho da ONG | Foto: Divulgação

    Iranduba - A décima edição do projeto que há três anos vem conectando pessoas, despertando sonhos e promovendo oficinas educacionais para crianças e adolescentes e que já atendeu mais de 4 mil pessoas, será realizado pela segunda vez em Paricatuba no dia (12) de outubro. Brinquedos estão sendo arrecadados.

    Pela segunda vez, o projeto social ‘Semeando Gratidão’ vai desenvolver uma ação na comunidade de Paricatuba, em Iranduba. A atividade, que pretende atender 400 crianças e adolescentes, vai acontecer no dia 12 de outubro, de 8h até às 12h, na Escola Professor Cícero Monteiro. Esta é a décima edição do projeto, que já atendeu cerca de 4 mil crianças e adolescentes em Manaus.

    Em três anos de atividades, o projeto Semeando Gratidão vem ensinando que quando você sente amor por algo que você faz, você encontrou o seu propósito. Com um time comprometido de “Semeadores da Gratidão”, como são chamados os voluntários, a escolha em voltar em Paricatuba, foi unanimidade no grupo, que esteve em julho do ano passado realizando ação no local e sentiu um chamado especial para voltar.

    A idealizadora da ação social, a jornalista Fábia Lima, relembra como começou o projeto. “Na minha infância eu sempre vi a minha mãe exercer a fé no outro, na minha casa sempre teve um prato a mais de comida, um lugar para alguém dormir e muito acolhimento. Isso ficou na minha memória. Em 2007 eu conheci o trabalho do Alex Melo da ONG em SP “Meu Sonho não tem fim”, que carinhosamente é chamado de padrinho do grupo, e por meio do trabalho desenvolvido por ele, uma luz surgiu, mas ainda não tinha um formato definido. Já na minha fase adulta, com a jornada pelo autoconhecimento entendi o meu encaixe com o universo era o trabalho coletivo, foi quando no dia 12 de outubro de 2016, com um projeto organizado realizamos a primeira ação atendendo mais de 800 crianças".

    Programação

    Esta é a décima edição do projeto
    Esta é a décima edição do projeto | Foto: Divulgação

    Como de costume, a décima edição do projeto oferecerá uma programação especial para crianças e adolescentes. O público poderá participar de oficinas de fotografia, flauta doce, violino, violão, slime, iniciação teatral, artes marciais e sessão de cinema. Também serão oferecidas atividades como pintura no rosto, torneio de futebol,brincadeiras recreativas,além do lanche especial e entrega de brinquedos.

    O coordenador das atividades recreativas, Thiago Rocha, explica que às brincadeiras escolhidas para o dia da ação tem como objetivo contribuir em vários aspectos do desenvolvimento infantil, tais como: aprendizagem, coordenação motora, cognição, socialização e principalmente oferecer muito amor e diversão para as crianças.

    Pela terceira vez, a jornalista Marice Rocha,38, será voluntária nas brincadeiras recreativas. Ela destaca que o Semeando Gratidão é uma oportunidade para ‘olhar e perceber’ o próximo.

    “Eu sempre procurei, de alguma forma, ajudar o próximo. Mas sempre foi de maneira muito pontual. O olhar para outro, geralmente vem pela dor, o que foi o meu caso. Tive uma crise de ansiedade que me fez repensar meu modo de ver o mundo e ver o próximo. Quando conheci o Semeando Gratidão, estava no processo de cura e autoconhecimento. Então, o processo de participar foi natural. No entanto, estava terminando uma pós, que acontecia todos os sábados, justamente nos dias das ações do Semeando. Se você não está disposto a se jogar de corpo e alma, melhor não comprometer o trabalho do grupo".

    Doações

    A organização do projeto pede doações de brinquedos que serão entregues na ação. Este apoio é fundamental, já que a ação não tem vínculo com nenhuma instituição política ou religiosa.

    *Com informações da assessoria 

    Comentários