Fonte: OpenWeather

    Imigrantes


    Vídeo: ao redor da Rodoviária de Manaus, venezuelanos aguardam abrigos

    Uma estrutura de metal está sendo edificada próximo ao Terminal Rodoviário de Manaus, que vai servir de abrigo aos venezuelanos

    Assista a reportagem | Autor: Samara Maciel/TV Em Tempo

    Manaus - “Eu vim para o Brasil com o propósito de ajudar meus filhos, e estou sendo bem atendida”, disse Eliana Margarita, que faz parte dos imigrantes que foram retirados, temporariamente, do entorno do Terminal Rodoviário de Manaus , no bairro Flores, Zona Centro-Sul, e encaminhados para a Arena Amadeu Teixeira, situada no mesmo bairro. A ação de reordenamento dos imigrantes faz parte da operação “Acolhida”, coordenada pelo Ministério da Defesa, desde a última quarta-feira (28). 

    Conforme dados divulgados pela Prefeitura de Manaus, a área próxima ao Terminal Rodoviário de Manaus é ocupada por 430 refugiados venezuelanos. A reportagem esteve no local e constatou que uma estrutura de metal está sendo edificada na área. O coordenador operacional-adjunto, comandante militar George Canaan, afirmou que as tendas vão servir de abrigo para os imigrantes.

    “Eu vim para o Brasil com o propósito de ajudar meus filhos", afirmou Eliana
    “Eu vim para o Brasil com o propósito de ajudar meus filhos", afirmou Eliana | Foto: Lucas Silva

    Ele também disse que, assim que terminarem os trabalhos, os venezuelanos que estão na Arena vão retornar para o antigo local, com outra estrutura. “Até o fim de semana que vem, ou até antes, os serviços vão ser finalizados”, frisou. 

    O Portal Em Tempo também esteve na Arena Amadeu Teixeira e constatou que no local há aproximadamente 130 venezuelanos.

    A estudante Nariangel afirmou que está no Brasil há duas semanas, e conta que mudou de país devido à falta de alimentos na Venezuela. “Eu vim com meu esposo e meu filho, mas outros parentes também estão conosco, e espero que a situação melhore para nós”, afirmou a mulher.

    Nariangel e o marido, Willian Ortiz, desejam uma nova vida em Manaus
    Nariangel e o marido, Willian Ortiz, desejam uma nova vida em Manaus | Foto: Lucas Silva

    Ela acrescentou que está sendo bem acolhida na arena e tem planos de dar continuidade aos estudos.

    operação "Acolhida" reúne secretarias municipais e estaduais, além da Organização Internacional de Migração (OIM), Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur). 

    Operação Acolhida

    A operação "Acolhida" foi lançada em 2018, pelo governo federal, em Roraima, e reúne órgãos federais, estaduais e municipais, que atuam em conjunto nas ações de acolhimento aos venezuelanos, como fornecimento de refeições, serviços de saúde, direcionamento para abrigos e a regularização documental dos refugiados, que queiram permanecer no Brasil e ser distribuídos para outras regiões, juntamente com suas famílias.

    A operação já contabiliza, ao menos, 6.258 venezuelanos interiorizados em mais de 15 Estados brasileiros.

    Assista a matéria completa do Portal Em Tempo:

    Assista à reportagem da TV Em Tempo:

    Assista a reportagem | Autor: Samara Maciel/TV Em Tempo
     



    Comentários