Fonte: OpenWeather

    Queimadas


    Vídeo: Exército Brasileiro inicia ações de combate às queimadas

    As ações são coordenadas pelo Ministério da Defesa, nos estados do Amazonas (AM), Acre (AC), Rondônia (RO) e Roraima (RR)

    O general Nardi, que é o Comandante da operação federal, afirma que as ações são coordenadas pelo Ministério da Defesa | Foto: Lucas Silva

    O general do Exército Augusto Nardi Souza afirmou que 1.135 militares das forças armadas e 218 profissionais de órgãos de segurança pública e agências reguladoras vão estar envolvidos em ações de combate às queimadas na região amazônica. A declaração foi dada durante o anúncio da operação “Verde Brasil”, nesta quinta-feira (29), no Comando Militar da Amazônia (CMA), situado na avenida Coronel Teixeira, no bairro Ponta Negra, Zona Oeste de Manaus.

    Conforme o general Nardi, que é o comandante da operação federal, as ações são coordenadas pelo Ministério da Defesa, nos estados do Amazonas (AM), Acre (AC), Rondônia (RO) e Roraima (RR). “Na região do município de Apuí, estamos na fase de reconhecimento da área. A região sul do Amazonas vai ser o foco principal da nossa operação. Todas as agências vão receber apoio logístico para o combate aos incêndios”, frisou o general.

    O comandante da operação ressaltou que por fatores naturais, como a chuva, houve a redução dos registros de queimadas e focos de incêndio na região. Entretanto, frisou que as forças armadas vão estar em alerta quanto às queimadas em áreas de preservação, como propriedades indígenas, e salientou que aproximadamente 180.000 litros de águas serão jogados nos locais mais críticos da Amazônia, por via aérea.

    Sobre a operação

    A operação “Verde Brasil” é coordenada pelo Ministério da Defesa e tem fundamento legal no Decreto Presidencial nº 9.985, que autoriza o emprego das Forças Armadas para garantia da Lei e da Ordem, bem como para ações subsidiárias, no período de 24 de agosto a 24 de setembro.

    Para a operação, foram constituídos dois Comandos por Unidades das três Forças Armadas, que estão agindo no CMA e no Comando Militar do Norte (CMN). Uma das forças está voltada para o Estado do Amazonas, sob o Comando do 2º Grupamento de Engenharia, sediado em Manaus.

    Outra, chamada de FTC Príncipe da Beira, vai atuar nos estados do Acre e Rondônia, sob responsabilidade da 17ª Brigada d Infantaria de Selva, situada em Porto Velho (RO). A terceira, denominada FTC Lobo D’Almada, vai atuar no estado de Roraima, sob a coordenação da 1ª Brigada de Infantaria de Selva, sediada em Boa Vista  (RR).

    Assista a matéria do Portal Em Tempo:



    Assista à matéria da TV Em Tempo:

    Assista a reportagem | Autor: Alex Costa/ TV Em Tempo
     


    Comentários